Seguidores

quarta-feira, 21 de setembro de 2011


JOKA

Educação um caminho para nos tornarmos realmente humanos.

Despeço-me de mim. Despeço-me de minha incompetência em não entender as crianças. Desculpe-me ainda não consigo entender os mestres da educação. Tento decifrá-los mais ainda não os entendo. Então tento decifrar os segredos das crianças. Busco dentro de mim a criança que fui. Perco-me na criança que fui. Para tentar interpretar o chão da escola. Muitas são as frustrações e os desejos. Muitas são as alegrias. Muito é o desejo de minha transformação. Ser educador é uma palavra muito pesada. Ainda não me acostumo ao titulo de professor sou mero estagiário aprendiz de uma profissão. Ainda não sei se tenho vocação ou não? Mas tenho vontades. Não sei ensinar ângulos, não sei ensinar gramática. Não compriendi os caminhos do construtivismo. Mas tenho fé numa educação que ajude a construir um ser humano. Enquanto professor não quero ser Deus. Nem o centro só quero entender meu papel. E saber fazer as crianças buscarem dentro de si mesma a sabedoria que ali esta. Hoje vivemos uma escola em transformação no dia a dia. Onde tenta-se tirar a autoridade do educador. Hoje adolecentes se beijam dentro de sala. Mas tudo é transitório. Não há lei maior que O AMOR AO PRÓXIMO. Nos perdemos em tantas leis. Estatutos. E não impomos os valores que sempre são fundamentais que criou civilizações. Quando estes valores desaparecem a civilização também desaparece. Fiquemos atentos. Mergulhemos dentro de nós. Não devemos nos perder em reuniões inócuas. Em testes e mais testes para avaliar a educação. Deixemos enquanto nação de sermos tão Cartesianos. Hoje necessita-se passar valores são mais importantes que qualquer conteúdo. Um bom educador ensina decifra para os alunos como usar uma ferramenta digital. Como ler jornais. A diferença de uma boa música e do ruído. O valor da escrita. O real valor do saber cientifico. A essência de qualquer religião que há em seu pais em sua cidade. A importância da família. O valor real da humanidade a entender que somos partes integrantes da natureza. E não devemos ser o algoz. Um professor comete erros, acerta. Pensa. Corrige-se. Um professor é um ser humano que ajuda a formar cidadãos. E não técnicos. Pois se soubermos se tivermos sabedoria aprenderemos qualquer coisa. Nosso pai carece hoje de engenheiros. Mas formemos engenheiros que tenham a noção e a importância de uma profissão que enxerguem o mundo com um todo. Precisamos de conforto de bens materiais. Mas devemos desenvolver nosso espírito humano. Sem humanidade não passamos de Zumbis. E nada mais.         

JOKA
joão carlos faria

Nenhum comentário: