Seguidores

terça-feira, 15 de março de 2011


JOKA

Voltemos ao útero do universo

Noite sedenta noite de palavras que ainda não são mágicas?  Entre a física e a metafísica fico  com as duas. Não há separação. O saber é essencial para nos seres viventes. A noite traz uma brisa. Que nos faz sentir vivos. A liberdade é uma utopia a ser conquistada. Hoje vivemos numa sociedade onde o politicamente correto se faz presente. Não a espaço para o humor. Não há espaço para uma reflexão. Tudo é correto por demais. E quem esta fora destes trilhos da hipocrisia da sociedade humana esta fora de tudo. A criatividade não se faz mais presentes nas artes. As idéias revolucionárias estão sufocadas na vida política. Hoje dois e dois é sempre quatro. Não há mais um infinito de números entre um e o dois. Temos que sempre concordar com a monotonia e a burrice coletiva. Quem não joga esta fora. A onde chegaremos com esta sociedade hipócrita e sem nenhum valor?  A ausência de mulheres e homens de verdade. Somos tremendamente covardes em esconder as dores e amores desta Káotica humanidade. Tudo se esconde em baixo de grandes tapetes. A geração da qual  faço parte é uma geração perdida sem nenhuma grande contribuição para esta humanidade que esta em Kaos. Ainda não sabemos como mudar. Viver se torna a cada vez mais perigoso para quem busca sair deste trágico labirinto. Estamos bem longe de nossa essência. E perplexos diante desta mídia insana. Que tentam nos impor valores que mais desagregam que nos une. Sejamos cada vez mais críticos em relação a nós e ao nosso próximo. O universo virtual mais nos separa que nos une. Somos bombardeados por milhares de informações que não nos serve para nada. O que o humor do mercado interfere na minha vida. Como disse um amigo que também escreve o mercado é gente para ter humor variado? Um analista de mercado em plena sexta feira. Analisa os benefícios do terremoto do Japão para a economia de nosso pais. E ai uma tragédia se abate num pais numa população. E alguém consegue refletir uma vantagem econômica? Pobre de nós que lemos e ouvimos estas analises e nunca nos damos conta da barbárie em que vivemos. Esta humanidade não produz arte. Gera mercadoria disfarçada de arte. Toda e qualquer manifestação humana é sempre pensada de modo econômico? O movimento Pank foi pasteurizado. Tudo que se faz que se posiciona ao contrário do que esta estabelecido. E embalado e vendido pela indústria cultural descaracterizando o sentido real. Por isto nada transforma. Nada toca nossos corações. Tudo se torna produto. A classe política não passa de uma classe que cria produtos e ideologias vendidos nos supermercados eleitorais. As universidades só produzem gente diplomada. Que não consegue refletir e intervir para gerar mudanças concretas na sociedade. Em nome do conforto e da entrada num mercado de trabalho. Todo dia nos prostituimos. E esquecemos nossos sonhos para nos manter sobreviventes esquecemos-nos de realmente viver. Perdemos todo o sentido do que é de fato viver. Ter nos faz sentir melhores. E nunca seremos mulheres e homens de verdade. Diógenes hoje não achará um só ser humano? Estamos mortos. Ainda não fomos enterrados. Voltemos ao útero do universo para que possamos nascer de novo.

JOKA

joão carlos faria
    

Nenhum comentário: