Seguidores

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

O PÃO DE CADA DIA ???


JOKA

O pão de cada dia???

Parado diante de uma folha em branco? Dá-me vários brancos. Como tenho o compromisso comigo mesmo e com o Entrementes aqui estou numa quarta-feira a escrever. Pois somente eu mesmo e o Entrementes temos interesse no que escrevo. Então para que escrever simplesmente porque esta em mim escrever. Se não tivesse não o faria. Sem saber onde chegar um labirinto de palavras nesta era de Facebook. Onde todos somos importantes e afinal não temos nenhuma importância? Portanto impotentes e perplexos diante do mundo que nos cerca. E cada vez mais perdidos. Por isto me sinto feliz ao conviver com pessoas que não pensam metafisicamente. Estar só. É poder refletir e analisar o mundo que não consigo desvendar. Não quero ser devorado? Pela efígie? Podemos fazer quantos Manifestos quisermos ninguém nos ouve? Nem nos  ouvimos qualquer um de nós. Conhecemos o som de nossa batida de coração? Ou sabemos quantos fios de cabelo possuímos. Ou refletimos que consumismo oxigênio o tempo todo? Ou conseguimos saber por que não choveu hoje? Não sabemos de nada da física quanto mais da meta física. O porquê do cansaço. Ou para que serve as complicadas regras de língua Portuguesa. Conseguimos entender porque somos mal atendidos num balcão de uma drogaria. Imaginar que a pessoa pode estar cansada? Ter paciência para estar com os próximos e os servir. Sem esperar nada em troca. Ou trabalharmos porque gostamos e não somente para garantir o pão de cada dia. Estou perplexo diante dos acontecimentos na Líbia, no Egito e em todo oriente médio? Tentando sozinho entender. Quão são felizes aqueles que lutam para gerar mudanças. Muitos morrem ,mas temer a morte é só para nós que somos fracos. Os fortes se lançam a aventura de mudar a si mesmo e mudar uma nação. Eu tento mudar a mim mesmo já é uma tarefa das mais árduas e cansativas. As pedras rolam lá de cima das montanhas e eu apenas dei alguns passos em direção ao alto. E já vejo um abismo tentando me devorar. Ainda sou um verme diante da possibilidade de tornar-me Deus? E o mundo em luta e dentro de mim uma grande luta. Entre o Bem e o Mal. Ando a ler Choques Cósmicos de Torkon Saraydarian. Que tira alguns véus e acende um fósforo nas trevas em que vivemos. E pensar que comprei este livro e outros numa liquidação de supermercado. É meus caros o acaso se faz presente em nossas vidas. Comprar livros e investir no real valor da vida o conhecimento. De uma página em branco preenchi várias linhas que me dizem muito. Mas a você diz alguma coisa? Preciso encerrar para ouvir as batidas de meu coração. Ai quem sabe conseguirei ouvir as de teu coração. Saudações ao Entrementes que me inspira a escrever. É o que chamamos de responsabilidade. Que os DEUSES guiem os passos do povo da LIBIA. E os conduza a liberdade política. Que nossos corações se unam aos deles clamando LIBERDADE. E assim ouviremos a batida de coração de um planeta que chamamos de Terra e eu chamo de Gaia nossa mãe Gaia.

JOKA

joão carlos faria

Nenhum comentário: