Seguidores

sábado, 26 de fevereiro de 2011


JOKA

It's All Over Now, Baby Blue


Numa manhã de sábado em vez de sair á rua para curtir o verão. Fico aqui a ouvir Bob Dylan. Podia estar tentando fazer uma revolução qualquer e estou aqui ouvindo Bob Dylan. O sol da manhã esta forte e aqui ouvindo  Bob. Como se fala no Eclesiastes a tempo para tudo. E ouço Bob. Minha cabeça dói. Minha consciência dói. E cadê as verdadeiras revoluções. Estamos longe delas bem longe delas. Minha cabeça dói. Minha consciência também. Quero amar. Quero fazer amor. Não há algo melhor numa manhã de sábado que fazer amor. Ouço Bob neste calor. Tento saber as noticias da Líbia do povo Muçulmano que faz suas revoluções e nos neste velho ocidente carcomido pelos vermes da imobilidade. Garotos e garotas brigam nas ruas de São Paulo por uma passagem mais justa. Eu aqui ouvindo Bob. Minha cidade metida numa lama de corrupção e desgoverno e eu aqui ouvindo Bob. Poetas mudam de nome e eu aqui ouvindo Bob.Nossa era não quer saber de poetas. Os poetas vivem náufragos nas calçadas da Lapa. Nas calçadas de qualquer cidade. Poetas não são bem vindos em lugar nenhum nesta era vazia.  Aos poetas só cabe a solidão de um teclado. E um cachão de desesperança. Não se quer ouvir os poetas.Cabe aos poetas dar milhos aos pombos. Mergulhar a cabeça numa cachoeira quase inacessível. Para que revoluções se a humanidade não sabe realmente o valor do amor? Bundas bundas bundas. Perambulam por ai. Só um sexo depravado destituído de amor. Só vemos amor nos filmes Americanos. E daí meus caros poetas se perdem na internet. Tentando se fazer ouvir. Mas quem quer ouvilos? Para que mudar de nome? Continuar-se-ão a ser propositalmente ignorados. Cabe o ao poeta o silencio e o labor incessante... Cabe a eles solitariamente registrar o vazio desta época de desprezo com o Amor. Cabe o registro de uma sociedade ocidental em completo declínio. As grandes e bem vindas transformações vem do Oriente do Povo Árabe hoje eles fazem as revoluções enquanto nos aqui ouvimos Bob. Que elas as revoluções cheguem ao Ocidente e varram este velho ocidente de novidades que o amor invada nossos corações e de pedras voltem a ser de carne, amor e esperança.

JOKA

joão carlos faria 

http://www.timsah.com/Bob-Dylan-Like-A-Rolling-Stone-1966/NT0QTQlCOzy

Nenhum comentário: