Seguidores

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010


JOKA


Chega de KAOS ...


Epa descobriram vida fora dos padrões habituais. E agora não estamos sós neste Universos que é muito diverso. Quantos universos cabem dentro de nossa mente. Não sabemos estamos aqui perdidos em meio a religiões, filosofias e esoterismo. Tudo nos dá resposta. E como canta Paulo Rafael ESTAR VIVO É SABER QUE VAI MORRER O CORPO E PERMANECER O SER.
A Ciência hoje é materialista nem sempre foi existe umas correntes minoritárias.
Nos anos sessenta foi criada a Revista Planeta na França e chegou ao Brasil nos anos setenta existe até hoje. Mas já não busca as fontes do esoterismo. Via ela descobri um outro universo. Que depois se confirmou quando conheci Solfidone já na Praça Afonso Pena em 1992. E com ele muitas figuras interessantes. Não vou citar nomes pois o povo anda chato por demais. Nos achamos. Acho que na Cidade hoje falta um grupo como aquele que trocava informação sobre tudo no campo das ciências, filosofia e arte.
Quando o povo começava a falar de assuntos triviais como politica e futebol. Sol cortava as asinhas.
Este grupo durou até 2002. Por vários motivos entre eles nossos EGOS inflados acabamos nos separando. Mas que faz falta algo sim faz. Sempre tentei novas versões e continuo tentando mas nunca rola. O papo sempre gira em função de politica cultural ou politica mesmo. Para que queremos poder se não temos conteúdo?
A filosofia oxigena o cérebro. E muitas vezes chega ao coração. Nos dá base para agir e intervir na sociedade.
Este grupo para mim foi vital dali descobri a obra de muitos autores e entre eles Samael Aun Weor.
Dali fizemos muitas intervenções na comunidade local. E ate'mesmo numa Bienal de Artes Plásticas
espero que minha comunidade se oxigene novamente e abra este tipo de discussão. A Praça continua lá. Cometemos a imbecilidade na época de migrar para um shopping. Que tolice a praça é democrática e acessível. Hoje vejo grupos de jovens se reunirem lá na sexta – feira.
Que o tempo nos traga a maturidade de saber criar a liga para que surjam grupos como este.
Sol usava muito xerox não havia internet. Estas obras estão perdidas. Ele saiu de cena. Recentemente apaguei blogs que tinham suas obras. Cabe a ele a iniciativa de publicar. Ele de fato é um dos poucos artistas que de fato é artista. Embora nos dizemos tal mais sei que a caminhada é árdua e longa.
Que a nova safra com suas marcas como Estival descubram estes caminhos que eu também re descubra.
Estar com as pessoas e aprender e reaprender. Estamos por demais neste mundo virtual.
Esta semana felizmente acabei saindo quase toda a noite. Hoje vi um debate criativo dentro de um ônibus de dois jovens universitários falando sobre vegetarianismo.
Acabei naturalmente falando alguma coisa mas prefiro ouvir.
Ouvir é mais difícil e algo bem saudável. É bom interferimos de vez em quando.
A cidade se cria e se recria a cidade respira. E no coração dela a Praça Afonso Pena que nasça novos grupos de pensadores. Que saibam e aprendam também a agir com o coração.
O homem ainda não se percebe. O tempo é mera ilusão estamos aqui a uma eternidade.
Que a poética e o legado de SOLFIDONE renasça.
Gerando nos a harmonia. Chega de KAOS.
E assim teremos conteúdo filosófico para fazer cinema ...


JOKA

joão carlos faria

Nenhum comentário: