Seguidores

terça-feira, 2 de novembro de 2010

JOKA






Sem pensar ?



Ao amigo Davi F. F. - Davi Fernandes de Faria -



Ouvindo Caetano Veloso … Num inicio de tarde … Depois de terminada a eleição onde temos Dilma presidenta da República e o mundo continua a girar. A vida passa e ontem estive caminhando pela Serra da Mantiqueira onde a liberdade corre solta. E o mundo não se resume a cidade cansadas. Onde só se vê prédios. Na natureza vemos o que ainda resta da Mata Atlântica. Caminhamos por mais de quinze quilômetros num dia chuvoso e quase frio. Mas tudo é valido. Estar na natureza é ver vida e morte ao mesmo tempo. Tirei um pássaro da rua a morrer. E não conseguia ajudar de outra maneira que é abreviar a vida. Como não sou ateu. Acredito em vida após a vida. Mas será que realmente estamos vivos? Tenho lá minhas duvidas. O calor se faz presente neste quarto. Onde nú escrevo. O que é realmente a liberdade? Não sei. Tenho a impressão que passarei vidas e mais vidas tentando desvendar.

Tem hora que dá vontade de chutar o balde e deixar instintos falarem mais alto. Mas não os deixo. Sou mais razão que emoção. Talvez por isto necessite andar andar andar muito. Dias destes balancei os esqueletos numa FESTA que fui. Tem hora que é muito chato analisar tudo. Quero aprender a viver sem pensar. Um amigo das antigas a um tempo andou falando que estava vivendo sem pensar.

Acho difícil ele é capitalista por demais. Já não tenho nada contra o Capitalismo quero é a minha e a

sua parte do bolo que cada um de nós consiga seu espaço. A noção de empreendedorismo faz parte da humanidade. Ter é necessário dez que tejamos bom senso equilíbrio.. O ser e o ter não estão separados. Precisamos progredir materialmente como espiritualmente. Tudo deve se basear num equilíbrio. Precisamos da vida em sociedade para vermos onde erramos mas como fez Zaratustra de vez enquanto é necessário se recolher no alto de uma montanha. Viva Friedeich Nietzsche com seu

Assim falou Zaratrusta.

Samael Aun Weor com seus mais de setenta livros. Tenho saudade de ler Lobsang Rampa. Carlos Castanheda.

Ler nos ajuda a apreender. Sobre a vida e além da vida a morte. Mas o certo é experimentar devemos sentir. Vivenciar. As vezes é necessário que rasguemos os livros que lemos. E buscar experimentar. Viver sentir amar. E se conseguimos trazer algo de volta a esta fria caverna escura onde estamos. Já será valido. As vezes mesmo queremos é ficar. Continuar viajando. Um dia ainda quero tirar um ano de minha vida para viajar viajar viajar. Sem me preocupar em voltar a minha cidade a vida cotidiana. Nem sei se farei mais quem sabe. Nunca sabemos o que o UNIVERSO nos reserva de bom ou ruim. O bem e o mal são meras ilusão. E a ética é uma conduta de vida. Cada ser tem sua própria ética.

A ética da caça é uma a do caçador é outra. A crueldade é sempre um ponto de vista?

Estamos aqui vivos escritor e leitor. Nunca omito minha opinião faço parte deste mundo ocupo um espaço. Respiro este oxigênio contaminado de uma grande cidade.

Quando eu criar minha oportunidade irei morar no campo e na praia. Quero circular este pequeno planeta. Passaportes, fronteiras, alfandegas. São mera ilusões. O mundo tem suas fronteiras naturais os Oceanos. Para que construímos barcos, aviões? Para serem usados.

O mundo todo é nosso da humanidade. O mesmo ar que respiro aqui se respira em qualquer parte.

Para que temos medo da morte física? Se sempre estamos aqui de volta?

Quero aprender a voar com meu espirito com meu ser. E viajar por todo universo.

Eu estou vivo? E você?

Que nosso pais. Consiga avançar com uma mulher no poder. Que os empregados deixem de ser empregados e passem a ser donos de seu nariz.

O mundo esta ai para ser construído. Enquanto não somos arrojados ao abismo abismo abismo ....









joão carlos faria

Nenhum comentário: