Seguidores

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

JOKA






Achados e Perdidos o senhor filme …



Dedicado a Viviane Leite uma das idealizadoras do ESTIVAL ...





Nada como começar um texto ouvindo Noel Rosa com que roupa vou escrever? Eu vou ficar nú ...ka ka ka … Eita Noel … grande Noel ...ele é uma FESTA e bota festa nisso... Melhor que Noel só uma boa chuva? Cade a chuva? Eu quero uma chuva. Que eu molhe meu pé. Quero comprar uma bota para não molhar meu pé. Cade a chuva? O tempo seco mais seco que a própria DEBORA SECCO … Por falar em atores assisti Achados e Perdidos de José Joffily com Antônio Fagundes, Zezé Polessa, Juliana Knust que bela atuação destes atores eles bem longes das novelas e do TEATRÃO COMERCIAL dão um show lembrando que não sou contra novelas e nem contra o Teatrão comercial. Nossos artistas precisam ganhar suas vidas né. E há espaços para tudo. Pena que um filme deste que tem tudo para conquistar um grande público não conquista. O Brasil precisa -se concentrar numa boa distribuição e divulgação de seus grandes cineastas é José Joffily a cada filme nos mostra com mais vigor seu talento. O mais recente filme que produziu é Olhos Azuis que ainda não assisti. Mas acabarei assistindo vou as locadoras se eu esperar o nosso CANAL BRASIL vai demorar um pouco né. Como não entendo da técnica de abaixar filmes vou é alugar ou comprar o filme. Pois Joffily é imperdível.

Nosso cinema esta esquentando cada vez mais. Mais quente mesmo é a atuação da moça Juliana Knust neste filme que beldade. Que desfecho para o personagem dela uma doce criatura morrer assim é dureza mas a realidade ali retratada é dura e não se errou no roteiro a mão do roteirista esta correta. Mas meu emocional enquanto público não a mataria nunca ela só queria uma bela casa com piscina. Mas nem tudo vale a pena para se conseguir uma casa com piscina? Pelo menos para mim não? Não sei para você leitor que chegar a ler este texto? Estamos todos ai tentando nos achar mas sempre perdidos. E a vida passa? E passa bem rápido hoje tenho quarenta e amanhã sessenta e quando eu me ver? Já morri? E daí ? Vamos é aproveitar estes poucos momentos que temos.

Para realmente viver? Chega de só sobreviver de empurrar a vida com a barriga e a minha esta cada vez maior e fico careca a cada dia que passa se ficar mais careca eu juro que eu raspo a cabeça.

Vou é tentar voltar a caminhar. E esta noite de quarta-feira nada de jogo de futebol ou debate politico pois a alienação é tão grande que da na mesma. Mesmo com a internet os meios de comunicação continuam tentando nos manipular e eles ganham de goleada ? Temos alguma idéia

própria? Estou lutando muito para ter uma mas é bem difícil? Haja leitura critica da vida que nos cerca?

E como disse Mário Quintana tudo passa e eu passarinho. Hoje não consegui terminar de ler um poema dele num mural de uma escola qualquer.

E quem é você ? Que palpite infeliz e termino este texto ouvindo Noel.

E vamos remando o barco até ele afundar não será a vida um grande Titanic sempre preste a afundar?

É meus caros nada de chuva ? Cade a chuva … E bem Jor ouviu o canto de Edu Planchez num sarau... Epa esta cronica escrevo outro dia. Epa epa quando voltarei a FAZER poemas?

Só o universo sabe... Meu eu é quem não sabe.





João Carlos Faria



Pasárgadas



Editora e Vídeo





Noel Rosa



http://www.youtube.com/watch?v=rETSGoLBjjk





Arautos Urbanos



Grupo de discussão



arautosurbanos@yahoogrupos.com.br;

Nenhum comentário: