Seguidores

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Para se entender o universo desvendamos nosso micro universo.






Joca Faria





Hoje dando um intervalo na vida e passando pela TV SESC me deparei com o inicio do programa com o filosofo Pierry Levy intitulado As Formas do Saber com o jornalista Florestan Fernandes Junior. E estranho assistir simplesmente a TV de modo passivo mesmo que estejamos com uma TV a cabo. Vejo que a televisão anda perdendo a corrida pela interface com o celular e o computador. Na internet já temos o hábito de repassar para os amigos e nos sites de relacionamento e listas de discuçoes.. Belo programa da TV SESC. Nos dia de hoje a TV CULTURA DE SÃO PAULO já não esta mais sozinha com a responsabilidade de passar a cultura e o entendimento desta sociedade hipermoderna como bem explica o filosofo Gilles Iipovestky.

Quando no mundo teremos uma televisão mais atual integrada a internet? Já não dá para assistir os bons canais pagos sem um papel e uma caneta para fazer anotações e correr depois para o computador para fazer pesquisa. Já não sei sair de casa sem minha máquina fotográfica há poucos minutos quase tiro uma foto das nuvens e de umas estrelas ao anoitecer mas preferi registrar na retina e agora no papel. Ontem ao parar a TV a cabo por uma pane por causa de uma chuva e a internet uma menina de nove anos perguntou-me em que mundo vivíamos antes e sentou para conversar comigo mas acabou ligando o MP12 para ouvir música. É vivemos novos tempos e haja faculdades a distancia , livros , sites de informação mas para que realmente precisamos de todas estas informações? Se as vezes é mais prazeroso conversar ao vivo e no mundo real. Caminhar pela cidade pegar um ônibus ir ao parque fazer uma caminhada. Não ficar preso dentro de uma academia de musculação?

Pierry Levy fala também da importância do ensino a distancia e suas inovações que acabarão chegando as conservadoras escolas tradicionais. O mundo muda numa velocidade que haja esforço para se entender. Quais as revoluções de hoje em dia? Já não é mais o tempo de sair com panfletos nas mãos.

Mas e a burocracia no Brasil ? Com suas licitações em órgãos públicos que sempre emperram em qualquer governo de direita ou de esquerda. Isto precisa haver uma mudança. Vejo a criação de cursos de pós graduação em gestão pública para ajudar avançar na mudança da burocracia deste pais. Mas não vemos um debate sério sobre este tema? No congresso ? Na mídia?

Pierry Levy fala no programa que assisti também sobre as formas e os empregos nos dias de hoje. De como temos que identificar nossos talentos nossas habilidades para aprender a servir. E da geração de pequenos empreendedores que criam pequenas empresas de prestação de serviços.

Na minha visão a relação trabalhista anda mudando e rápida. Como mudar as formas de atuação do sindicalismo? Que ao meu ver estão ficando ultrapassados.

Levy fala também da não existência de uma cultura local e sim poem a cultura como algo universal.

Uma busca tão profunda do ser humano que muitas vezes ele alcança a um inconsciente coletivo. E cria uma linguagem universal.

Quero ler seus livros e seus artigos chegar aos pensadores de hoje é algo fundamental mas não desprezando as bases e o alicerce que são os pensadores de todos os tempos.

Assim passamos a entender cada vez melhor o mundo que nos cerca e aprenderemos a interferir neles como cirurgião. E bem longe de ideologias e pensamentos muitas vezes ultrapassados.

No BRASIL já começamos as eleições muito bem com grandes jornalistas da TV CULTURA como

Heródoto Barbieiro que ao questionar o candidato a presidência Tucano José Serra sobre os pedágios paulistas acabou perdendo o emprego junto com outros colegas.

Aqui não há debate mais parece uma partida de futebol entre PT X PSDB. Quando teremos um debate maduro que debate os grandes problemas nacionais? Acho que nunca pela minha experiencia em eleição digo que é uma guerra onde vale se tudo para vencer. E depois fazer o que bem entender por quatro anos.

Neste pais não temos um congresso sério quem ganha a eleição leva o congresso.

Por isto é bom estudar estes filósofos para aprendermos novos conhecimentos e estratégias.

Para usarmos nas nossas vidas diarias. E nas novas maneiras de combater quem tenta manter o atraso no pais e no mundo. E tá difícil aprender a separar o joio do trigo.

Bom vou olhar um pouco de nuvens e estrelas.

Para pelo menos me entender já que sou um micro universo.





João Carlos Faria



Pasárgadas



Editora

Um comentário:

Anônimo disse...

Oi gostei de seu blog

Ana Júlia Almeida