Seguidores

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Liberdade de expressão




Joca Faria



Nestes dias estou refletindo para que serve a escrita e também meu processo de escrever por conta de umas criticas. Não sei se vivo no passado me sinto tão atual. Gosto dos Beatnik e dos Hippies sim e dos anarquistas. Mas estou no meu tempo. E este tempo mesmo sendo passageiro é meu é nosso.

Não quero ser um escritor de belas frases de auto-ajuda sem sentido. Precisamos debater nossa época não nego que seja romântico. Que saiba amar.Reflito e escrevo nosso momento atual. São José dos Campos teve um avanço e se chama Estival. Um evento feito por gente realmente interessada em artes sem nenhum compromisso financeiro. Também tem o site Entrementes e o Vejo São José.

Não estou acima de criticas e ninguém está. Se as pessoas vestiram a carapuça e problema de quem as vestiu. Naquele texto carreguei no palavrão já nem lembro em que contexto foi escrito. Talvez nisto tenha errado.

É um erro nesta cidade ter se fechado a produção cultural em torno de uma Fundação como é errado fazer arte só em função de leis de incentivo os artistas neste pais agora são artistas chapas brancas seguindo políticas de governo.

A arte por natureza é libertária e faz parte de uma jornada espiritual do artista e não se encaixa no comercial nem tudo em arte é pop.

Portanto escritores, jornalistas e artistas devem ser livres para refletir o momento de seu mundo.

Não devemos bajular governos nenhum. Confundimos ação cultural com arte talvez seja um grande erro. As revoluções acontecem queiramos ou não. Tudo gira e muda. Com esta tecnologia que se barateia irão surgir muitos artistas que não se atrelaram a projetos governamentais.

Fundos de culturas e entidades públicas de cultura são fundamentais. Mas não devem ser o centro das artes. Nem as ONGS voltadas para a arte educação talvez sejam um meio de renda.

O artista é uma figura livre e libertária esta sempre á frente e criando sem amarras.

Portanto meus caros não me preocupa em ser popular não faço televisão e nem sou candidato a nada.

Sou alguém que escreve e agora também fotografo e faço meus vídeos. Faço parte da comunidade joseense e brasileira e deste planeta todo.

Busco a liberdade erro muito sou quase humano.

,

No mais a quem se indiguinou que se manifeste escreva texto. Critique.

Não há mais um órgão público de cultura para julgar como fizeram com Rubens Espírito Santo.

A arte em São José esta livre das amarras públicas e privadas sempre esteve nos que não nos tocávamos meus caros a liberdade está dentro de nós.



João Carlos Faria

Editora Pasárgada

12 9113 54 17

jocafaria@yahoo.com.br

Um vídeo recente que editei

http://www.youtube.com/watch?v=4z-d4j6Djvo

http://www.youtube.com/watch?v=4z-d4j6Djvo

Nenhum comentário: