Seguidores

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

São Sebastião do Rio de Janeiro




Joca Faria



Nesta tarde de fim de Natal ouço Malu Magalhães e leio Edu Planchez eita poetas que me falam a alma. A menina parece ter vindo dos anos sessenta ouvimos um Bob Dylan como diria alguém não sou dado a tanta música sou mais das leituras e agora começo a redescobrir a música. Tive um natal bem tranqüilo acho que até aqui uma vida bem tranqüila. Edu fala-me de um universo a qual não vivo. Não sinto e não me arrependo. As belas ruas de nossa São Sebastião do Rio de Janeiro tão estigmatizada neste pais como símbolo de violência mentira é uma grande cidade de nosso planeta. E tem seus grandes problemas , mas o Rio é uma novidade a todo instante. Quando estive lá um poeta deste tão desconhecido me falou que o Rio é um grande balneário numa só avenida. Não devo concordar ou discordar, pois ainda fiquei muito pouco tempo naquela mágica cidade que nunca dorme. E Malu me fez voltar a Bob Dylan que linda canção que poeta e Beat de corpo e alma. Eita fera das palavras que presente de natal... Um dia terei mil anos e ainda deverei saber muitas coisas. A gente sempre tem muito a aprender. Senhora senhora deite-se comigo estou só. Senhora SENHORA deite-se comigo. Bob Dylan me faz lembrar o poeta Oswaldo Jr. Um amigo de vida nas artes. Que segundo algumas mulheres um grande cavaleiro não sou eu que digo elas o dizem.E assim chega a noite Senhora e ainda não há tenho em minha alcoova. Terei que procura-lá por todas as cidades do planeta? Serei eu um homem a amargar a solidão? Não senhora não me deixe só. Deite-se em minha alcova. Sou só e com você me tornarei um Deus. Trago-te todo meu amor. Todos os meus sonhos. Vamos caminhar pelas areias de Copacabana. Vamos PASSEAR pela cidade que nunca dorme. Entrar num hotel simples de seu centro e nos deitar até o sol nascer quando faremos amor. Depois caminhar até uma praia. E estarmos juntos na cidade que nunca dorme. Ouvir Bob Dylan ... Conversar com Edu Planchez e pegar o avião até outra cidade. Vamos viajar pelo mundo este nosso grande mundo para nós não existirá passaportes, nem alfândegas nem falta do vil metal. Mulher temos a eternidade inteira para nossa alcoova.

João Carlos Faria

Lay Lady Lay

Bob Dylan

Deite, senhora, deite,

deite-se em minha grande cama de metal

Deite, senhora, deite,

deite-se em minha grande cama de metal

Quaisquer cores que você tenha em sua mente

Eu as mostrarei a você e você as verá brilhar



Deite, senhora, deite,

deite-se em minha grande cama de metal

Fique, senhora, fique,

fique por algum tempo com seu homem

Até o amanhecer,

Então você o verá sorrir

As roupas dele estão sujas mas as mãos dele estão

limpas

E você é a melhor coisa que ele já viu



Fique, senhora, fique,

fique por algum tempo com seu homem

Por que esperar mais pelo começo do mundo

Você pode ter seu bolo e pode comê-lo também

Por que esperar mais por um amor

Quando ele está de pé em frente a você



Deite, senhora, deite,

deite-se em minha grande cama de metal

Fique, senhora, fique,

Vamos construir a noite toda que vem pela frente

Eu desejo vê-la na luz da manhã

Eu desejo te alcançar a noite toda

Fique, senhora, fique

http://www.youtube.com/watch?v=Zj_mwzXb8T8











http://www.youtube.com/watch?v=Zj_mwzXb8T8

Nenhum comentário: