Seguidores

terça-feira, 2 de junho de 2009



O que podemos fazer além de Orar aos Deuses ...

Joca Faria

O dia está frio. Vivemos a aflição de um avião perdido em meio ao oceano atlântico...Uma garotinha de sete anos me falou da queda de um avião.
O que podemos fazer além de Orar aos Deuses ... Queria eu ter o poder de ser um super-homem e fazer voltar ao tempo. Mas também sou mortal ... São seres humanos que cumpriram sua jornada neste plano físico. Aos seus só restará a lembrança.
Podia ser uma favela a queimar. Ou um trem a descarrilhar ... A dor é a mesma não importa nossa cor de pele, nossos cartões de crédito. FAMA ouro... nós sempre passamos... Pena que não foram raptados por ET. Ou CAIRAM na ilha de Lost ... Mas me escrevam de fato o que é o real?
No Festival da Mantiqueira quando falavam do amor e perguntei sobre o Tantra e o reduzirão a um sexo qualquer. Como estamos cegos?
Segundo Samael Aun Weor na Época da Lemúria se viam milhares de tons nas cores hoje mal conhecemos as Sete Cores do Arco- Iris... Estamos a cada dia descendo as escadas que nos levam ao abismo do material.
Éramos para chegar a sermos anjos e não passaremos de baratas intelectualizadas.
Espero que eu seje uma bonita barata verde. Preferia ser um grilo bem falante como aquele de pinóquio.
Não entendemos nada de Islamismo, Budismo ... Nós ocidentais não aprendemos nada.
Temos uma grande herança islâmica por causa dos setecentos anos em que estiveram na Península Ibérica.
Um dia caminharei pelas Ruas de Lisboa mas antes irei-a a Amazônia,Pantanal, Patagônia.
A vida é breve. Só nos resta um corpo quente ao nosso lado. Descobrir o próximo é difícil estamos preso em nós mesmos.
Já teve pessoas que conviverão comigo. Que queriam soltar bombas em shopping. Já ouvi pessoas querendo derrubar aviões através de ondas de rádio.
Se o terrorismo leva-se a algum lugar o oriente-médio estariA muito bem.
Só o real amor pode salvar nossa Kaotica HUMANIDADE... o restO é Resto ...
hoje em dia a um supermercado de religiões tem para todos os bolsos e gosto.
Achamos que nossas trinta moedas podem comprar a almejada felicidade?
Estamos vendidos e rendidos ao sistemA. De fato não conheço e reconheço uma pessoa livre.
Diógenes nos dias de hoje não encontraRIA nninguém...Só me resta achar um circulo bem tranqüilo nos infernos.
Nós não somos humanos.somoS bestas consumidoras. Cadê meu cartão de crédito?

João Carlos Faria

República de Pasárgada

Literatura, filosofia e arte quem sabe revolução ???


Nenhum comentário: