Seguidores

domingo, 24 de maio de 2009




A coruja no reino de Pavania.


Joca Faria

Acabo de ler no site Entrementes um texto sobre a Coruja e ai vem este texto. Totalmente desconexo... Estava eu passando por um jardim quando vi uma bela coruja...E me lembrei de um dia quando estava num carro indo a lanchonete Vaca Preta e vimos uma outra coruja seria ela Lilithy disfarçada de coruja ...Era noite de Lua Cheia eu do signo de Câncer ...Influenciado por ela ai me lembrei que alguns alquimistas fazem trabalhos com corujas mas nos dias de hoje.?..Por onde andam estes alquimistas? Eles estão ai disfarçados de gente normais...Fingindo serem Artistas Plásticos trabalhando com cerâmica, bronze, ferro ...Nunca acham que fazer bolinhas de sabão nas fontes da cidade seria o belo... Eles desfrutam da sabedoria ... Nunca ...adentram aos mistérios dos Deuses sem pedir permissão ...Vivem disfarçados nestas eras em que a ignorância se disfarça de arte...Onde o podre público poder da as cartas... Onde homens de barbas brancas fingem saber ...E tolos os seguem...
Matita Pere é um elemental de coruja que vira gente e sae pelo reino humano... E caminha por antigas fábricas que hoje vendem ilusão ....Matita Pere esta fora de qualquer off off off ... Não gosta da prostituição dos intelectuais ...Não gosta do falso poder constituído...Nunca vota...Nunca foi a escola ...Dizem que ele é Pária ... Anda por salões de academia .. . Por palácios e cassinos mas não joga... Observa...nunca é observado... Prefere o cheiro de povo ... Mas adore os perfumes burgueses... MATITA vive ...As vezes volta a ser coruja e voa na noite como Coruja que é ... Chegando a doce Serra da Mantiqueira onde voa entre arvores e outros pássaros ...Vira água e corre ... Pela fonte ...Matita ...Volta a ser gente e vê a destruição ambiental... a destruição mental..Caminha pelas estradas da Serra ... Sem pedir carona mas elas lhe são oferecidas e vê que a humanidade tem alguma chance..
Matita passeia pelo universo virtual ...Transformando se em textos que geram dúvidas em poucos homens...Brinca com todos ...Finge ser louco...NÃO carrega celulares ...
Matita , Coruja somos todos ... Somos o planeta no qual habitamos ... Podemos ir além do bem e do mal... Matita agora vou em seu vôo só...Em direção ao Oceano Atlântico vai além da terra além maris....

João Carlos Faria

República de Pasárgada

Literatura,filosofia e arte

Nenhum comentário: