Seguidores

sábado, 15 de novembro de 2008

Pesadelos na tarde febril...

Joca Faria

Calcinha amarela a bela calcinha amarela que vi por trás da linda mulher que se escondia tímida durante a palestra. Esta tarde tive os sonhos mais luxuriantes que meus eus já mais produziram. Via-me num sex shopping a compra de tudo que era mais bizarro que uma pessoa em sã consciência faria.. E eu João Carlos Faria ali capaz de criar as mais cruéis fantasias que se podem inventar acordei com vergonha de mim mesmo...Orei a Deusa pedindo perdão de meus desejos tão carnais será eu capaz de tamanha bobagem não sei nem quero experimentar. Prefiro esta música relaxante que me anima a escrever e minha calopisita amarela...Ao ver a bela calcinha da bela mulher que é bem culta me sinto estranho por tantos desejos secretos. Será que sou um monstro afastado de tantas orgias o que tenho feito com minhas vidas há tantos séculos. Não quero desperdiçar esta minha vida com mais orgias que nos empurram ao abismo o sexo é algo divino que cria anjos, mas também pode criar demônios...Já não quero mais ser um demônio.Chega de passar eternas temporadas no inferno já levei muita porrada com diz Fernando Pessoa já conheço todas estas orgias que fizeram e fazem ainda parte de meus eus...Já fui de tudo em muitas e muitas vidas. Ás vezes dá vontade se auto flagelar, mas sei que não adianta resta nos compreender os eus e dissolvelos para o eterno...Não sou nenhum santo ...e não quero ser visto assim sou quase um homem tentando chegar ao divino alcançar os mais alto do céu...Subir a escada em caracol que nos leva ao Divino...Sou aprendiz de eternos conhecimentos que vem desde o principio da eternidade. Só os Deuses libertam...Então a calcinha amarela é uma ilusão, estes sonhos são uma inverdade...Não vou sucumbir aos desejos carnais...Não vou contratar prostitutas nem freqüentar sex shopping ou fazer sexo com a primeira mulher que apareça vou vencer estes obstáculos de Maya ...Superar estes falsos desejos e chegar ao sexo sagrado...Sei que o caminho é árduo...Quantas vezes já sucumbi neste caminho e desta vez graças a Divina Mãe que está dentro de nós serei vencedor. Antes criticava todas as religiões hoje adimiro e respeito todas. Antes se tivesse poder. Fecharia todas as igrejas hoje deixo a fé livre. Que tenhamos competência para abrir espaços culturais. E nos tornemos verdadeiros profissionais da cultura. Pois só o amor constrói ....Que viva todos os profetas e poetas para toda eternidade...Sigo em frente as vezes caio e me levanto...Vamos vencer os dragões que criamos vamos libertar nosso ser que viva Samael Aun Weor que veio nos trazer a luz...Neste fim de era...A carne é fraca mas o real ser é divino e com ele superaremos e venceremos esta eterna guerra entre o bem e o mal e caminharemos além do bem e do mal...Somos uma experiência do sol...mas podemos dar frutos ou sermos queimados numa fogueira cabe ao nosso livre arbítrio decidir...Ainda sou um homem de pouca fé mas o amor me toma aos poucos e logo serei um novo homem....Que os Deuses nos protejam e nos abençoe nesta longa jornada...Rumo a Divindade...

João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte

www.mundogaia.com.br

Nenhum comentário: