Seguidores

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Exuberante beleza amarela

Dedicado a Daisy Serena


Joca Faria



O telefone toca atendo com a má vontade de sempre. Não sei por que não me dou bem com telefone. Mas gostaria que fosse ela...Dayse Serena ou Dazinha ...uma escritora que acerta em cheio todos os textos que leio ...E olha que sou bem chato com relação ao que leio...Mas qualquer escrito dela vem-me com uma taça de vida...com histórias poéticas de um universo que nunca é o meu...Coisas que nunca imaginária escrever...Fui interropindo novamente ou que vontade de gritar não me incomodem quando eu estiver trabalhando...Mas não atendo de boa...E ouço meu passarinho engaiolado cantar...desculpem não posso solta-lo ele morreria...E até porque me diriam você vive da escrita? Mas ta ai a poética ao abrir a geladeira e escolher a água para dar a quem pediu vi meu passarinho cantar, na sua exuberante beleza amarela... E Dayse que não me liga a amigos virtuais que nunca vi pessoalmente a alguns que se perdem no virtual poucos viram real... Mas ela ? Moramos na mesma cidade...E eu que me decepcionei ao ver que ela é paulistana que bobagem somos quase seres humanos. Prefiro os animais eles não matam por poder.
Sempre a convido para os eventos culturais de nossa cidade, mas este Sr. Destino nos separa o universo sabe á hora das boas recorrências se encontrarem, temos que merecer...
Ela falou do vento que corta a cidade e hoje não sai de casa, há dias que não saio prefiro o barulho de minha avenida... E a Serra da Mantiqueira ao fundo da Vila Industrial...Quem sabe um dia construirei uma casa ao meu gosto na Serra próxima a uma cachoeira para tomar meus banhos de água da serra...E conversar calmamente com ela...
Este ano alguns amigos estão partindo para outras jornadas pessoais e outros estão surgindo como se fosse uma mágica...Se não houvesse internet também surgiriam pois o Sr. Destino assim o acha...Tó lendo sobre gnose na internet...acho muito pouco fazer somente meus matrans...Já posso experimentar algo mais...Tó conseguindo não escrever minhas fantasias sexuais que ótimo são tão inúteis...Epa gnose não é querer virar santo e sim aprender a se depurar um pouco e encarar as violências sociais de outra maneira...Estamos errando por excesso de tudo, pornografia,bebida e tudo o mais. Religião é encontrar se com sigo mesmo...
Calma ninguém vai me ver com um livro na mão pregando numa praça no máximo com uma saia bem colorida falando de poesia... E dizem que sou sonhador... Conheço bem o mundo real ando com os pés no chão sou apenas mais um celebre iro.
É Dazinha to chegando ao final de um texto dedicado a você. Neste dia quente de primavera cadê uma chuva como aquela de ontem? Eu estava em plena Avenida Ademar de Barros em cima das cadeiras de um ponto de ônibus. Vendo o medo da chuva... Beijos ...menina escritora....Em breve o SESC estará de volta ao seu espaço e a cidade desfrutará novamente daquele espaço...
A um brilho na avenida....


João Carlos Faria

Mundo Gaia

www.mundogaia.com.br

Literatura, filosofia e arte...

Nenhum comentário: