Seguidores

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Sou Solfidone...

Joca Faria


Ouvindo EDU PLANCHEZ este monstro da poesia planetária , Conversando com a Senhora das Galáxias Eliza Souza e por telepatia com Paulo Rafael de Aguiar Godói
Autor do livro inevitável da poética universal contemporânea Violência e conversas vão um trecho dele ai

----------------

Viver


Sem luz alguma ,
Até porque não há fim pro túnel,

A gente começa a viver......a vida se dá de noite percebe...
E é dessa escuridão intensa...
Do negror negro preto...intenso....

Queeu retiro....

Eu faço e aconteço...

Minha bandeira anárquica

Viver

E não sobreviver...

Paulo Rafael de Aguiar Godói

------xxx-----xxx----

Viram a poesia jorrar desta alma antiga mais com 25 dias de vida neste planeta Gaia....
Somos a ilusão e poesia Idelfonso de Oliveira Filho para mim ele morreu, mas Solfidone está dentro de meus poros eu também sou Solfidone você é Solfidone ....todos somos ele...Solfidone....somos a poeira cósmica das galáxias a poesia pura de universos paralelos...somos nada e tudo se se define o indefinível Solfidone o Deus do século vinte e um....a antena parabólica que capita as energias vindas das estrelas....somos Solfidone....

Somos séculos milênios de conhecimento não há obra de autores há obras da humanidade ....assinamos um registro transitório do eu ....o eu....não existe só o ser existe...

Eu João Carlos Faria poeta JoCa fAria sou uma personalidade que é transitória eu me vou meu ser fica...não sou o ser...sou o eu a ser aniquilado...
Viva Samael Aun Weor o ser .... tudo mais é transitório você não existe você é um amontoado de eu....

Ouça os Avatares...os Santos e Anjos que não são o eu e sim o ser....

Conhecimento....Conhecimento...Conhecimento....

Gnose....Gnose....Gnose....

Eu morri eu não sou ....meu ser é...


João Carlos Faria

Gaia

Literatura, filosofia e arte...

www.mundogaia.com.br

Nenhum comentário: