Seguidores

terça-feira, 29 de julho de 2008

Tapinha nos costas

Joca Faria


As cidades estão em festa é eleição uma grande festa da democracia muita gente trabalhando candidatos, partidos políticos , militantes e cabos eleitorais.
O eleitor ainda desatento claro né uma boa maioria cuida de seus afazeres outros começam a se ligar em breve as olimpíadas e ai só depois delas começa para valer com o horário eleitoral.
Alguns articulistas que surgem do nada tentam denegrir os trabalhos de governos atuais nunca vi num debate algum candidato falar que um governo acerta, mas nunca propõem algo novo.
O que é sempre patente é uma turma querendo o emprego da outra turma e nunca nada de concurso público ou valorização do quadro de funcionários de carreira da cidade nenhum incentivo de cursos e faculdades aos funcionários sempre levando a fama pelo mal atendimento. E sempre a terceirização , estagiários e por ai vai tem sempre as frentes de trabalho.
Candidatos prometendo empregos para o povo, transporte melhor passa-se a eleição a passagem sobe.
Nos comitês de candidatos vitoriosos começam a brigar pela melhor boca o prefeito nomeia cargos indicados pelos vereadores até da oposição tapinhas no ombro e o discurso da coalizaçao. E a periferia sempre periferia os centros degradados e os espigões crescendo.
E o povo ouvindo os radialistas mentirosos que não podem anunciar a prefeitura.
E agora batem para ter audiência. Depois é tapinha nas costas...
E a saúde vai mal, as clinicas psicológicas das cidades só aumentam. Carros e mais carros enche as ruas nada de ciclovias, nada de cooperativas nada de proteção ao meio ambiente.
Epa esta descrição para ser São José dos Campos que coisa né.
E DEPOIS TAPINHAS NAS COSTAS....


João Carlos Faria

Gaia

Literatura, filosofia e arte

Nenhum comentário: