Seguidores

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Diógenes e a sua saga a procura de um estadista....



Olhar para os lados talvez seja uma forma subversiva de encontrarmos o centro do mundo, ou simplesmente, o brilho de uma estrela solitária, mas sorridente.

Reginaldo Poeta Gomes


Joca Faria

Como canta Gilberto Gil se quiser falar com Deus entre em si mesmo... E esta frase de Reginaldo Poeta Gomes diz muito sobre tudo em poucas linhas e eu aqui que estava me sentindo um idiota sonhador. Mas onde estão as estrelas... Procuremos sempre e encontraremos... Viver a sós quem realmente anda sozinho... Não meu caro Wallace POUSSO a verdade pode estar mais dentro do que imaginamos... Junto de nós com os amigos virtuais e reais nesta tarde tentando abaixar o Ubuntu falei com Josias Franklin Maciel
Com Ricardo Faria e outras almas perdidas por este planeta já é fim de noite estou aqui de volta a TV ligada num programa na cultura já voltei de um curso de filosofia fui ao Shopping ler as desventuras de Paulo Coelho em busca de ser Best seller ,mas quanto tudo isto custa, será realmente que vale a pena estes sucessos?
Desligo a TV para me concentrar neste texto todo tó fora e o Ricardo acha que fumo alguma coisa nunca fumei to é pensando e sofrendo minhas dores humanas. Tão necessária a humanidade.
Fui ao shopping sem dinheiro que delicia olhar e não consumir tenho medo de gastar. Sinto-me superficial.. Então ás vezes ando sem nada no bolso além de passes escolares passei um carão no ônibus hoje a tarde pediu-me a carteirinha e eu não tinha. Bela experiência inicial com a nova empresa de ônibus ser honesto não tem preço de agora em diante ando a pé , mas não uso mais passe escolar é claro depois que acabar o que comprei.Agora vai ser um suador para esta empresa mudar o hábito do passe escolar que o povão por necessidade adota. Cadê as lideranças políticas para brigarem por um preço justo do transporte coletivo nesta cidade e nos pais como um todo.
Estão gastando uma fabula nas eleições municipais vendendo um peixe podre ao povo.
Neste pais não há lideres de verdade só uns vendilhões do templo da política...
Prefiro os poetas eles percebem que os rios estão mortos, o pássaro na rua e as crianças brincando enquanto os políticos tramam em suas doentias cabeças novas armações contra os adversários.
Em pensar que vivemos numa região que teve homens como Monteiro Lobato e Cassiano Ricardo.
É vou-me indo preciso dormir amanhã é outro dia e quem sabe nossa consciência desperte e façamos algo bom de verdade sem querer nada em troca.
E Diógenes com sua lanterna anda pelo Brasil a procura de um estadista de verdade.


João Carlos Faria

terça-feira, 29 de julho de 2008

Gaia

Literatura, filosofia e arte


Convida

Venha participar de um Bate Papo

Com

Joca Faria


Tema

Para que serve a escrita hoje?

Dia 9 de Agosto de 2008

As 11 horas

Espaço Mário Covas

Prédio da antiga Câmara Municipal

Praça Afonso Pena 29 Centro

São José dos Campos SP

http://artegaia.blogspot.com/
Tapinha nos costas

Joca Faria


As cidades estão em festa é eleição uma grande festa da democracia muita gente trabalhando candidatos, partidos políticos , militantes e cabos eleitorais.
O eleitor ainda desatento claro né uma boa maioria cuida de seus afazeres outros começam a se ligar em breve as olimpíadas e ai só depois delas começa para valer com o horário eleitoral.
Alguns articulistas que surgem do nada tentam denegrir os trabalhos de governos atuais nunca vi num debate algum candidato falar que um governo acerta, mas nunca propõem algo novo.
O que é sempre patente é uma turma querendo o emprego da outra turma e nunca nada de concurso público ou valorização do quadro de funcionários de carreira da cidade nenhum incentivo de cursos e faculdades aos funcionários sempre levando a fama pelo mal atendimento. E sempre a terceirização , estagiários e por ai vai tem sempre as frentes de trabalho.
Candidatos prometendo empregos para o povo, transporte melhor passa-se a eleição a passagem sobe.
Nos comitês de candidatos vitoriosos começam a brigar pela melhor boca o prefeito nomeia cargos indicados pelos vereadores até da oposição tapinhas no ombro e o discurso da coalizaçao. E a periferia sempre periferia os centros degradados e os espigões crescendo.
E o povo ouvindo os radialistas mentirosos que não podem anunciar a prefeitura.
E agora batem para ter audiência. Depois é tapinha nas costas...
E a saúde vai mal, as clinicas psicológicas das cidades só aumentam. Carros e mais carros enche as ruas nada de ciclovias, nada de cooperativas nada de proteção ao meio ambiente.
Epa esta descrição para ser São José dos Campos que coisa né.
E DEPOIS TAPINHAS NAS COSTAS....


João Carlos Faria

Gaia

Literatura, filosofia e arte

sábado, 26 de julho de 2008

Gaia

Joca Faria


Sol na claridade desta nossa São José dos Campos que ainda é criança como nós não podemos perder a criança que está dentro de nós, nem a adolescência temos que ser adultos sensíveis e ousados construir o novo... Pois tudo é sempre novo para quem sempre olha tudo como se fosse novidade... Sou um homem , mas sou o jovem a criança e o adolescente dentro de mim mesmo...Sou o masculino e o feminino sou quem busca o equilíbrio entre estas energias que emanam dentro de mim...Sou a metamorfose que como borboleta passeia por esta nossa cidade.
Quem dera um dia navegar por todo este planeta Terra que chamo de mãe Gaia.
Quero voltar a Shambala quero novamente sentir seu cheiro, suas cores e seus suores... Quero rever aquele profético dragão nos seus...ver o profeta Gentileza lá sorridente a caminho de outra vida neste plano físico...
Quero adentrar ao Portal do Banhado e me transportar através dos séculos e visitar tri bus indígenas... Reencontrar os antigos Deuses AGORA desconhecidos... Quero falar com os espíritos da água e descobrir a cura de nosso egoísmo...
Quero a salvação do Córrego Cambuí para que jovens voltem a nadar e navegar em suas águas....
Quero a nossa redenção a mãe natureza que o espírito da floresta volte e mostre-nos a solução para os danos que nosso ego egoísta causa...
Que as flores nasçam , como aquele resistente pé de tomate numa calçada perto de nosso Mercado Municipal...sejamos mulheres e homens de verdade...que os espíritos de Fernando Pessoa, Wiliam Blake nos digam os caminhos a seguir...
São José de Encantos, São José de Amores.... Que o ser humano se descubra humano na humanidade do Profeta Gentileza....
Diogenes com sua lanterna passeia por São José dos Campos com sua lanterna a procura de homens de verdade.... estamos presos dentro de uma caverna?

João Carlos Faria

Gaia

Literatura, filosofia e arte....

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Efeito Carpinejar


Joca Faria


Ontem assisti o show performance palestra de Fabrício Carpnejar não é que o cara enquanto pessoa e talentoso mesmo...Adorei um sujeito estranho como ele bem irreverente. Com uma performance de arrasar quarteirão nada igual aos bate papos e palestras que assisti...Nada daquela coisa cerebral tudo na devida desordem natural das coisas um humor inteligente o cara é um Chacrinha dos escritores. Bem animado digno
de ganhar um programa numa TV pública...
Deu um show como intérprete adorei a figura humana até decorou meu nome... é aquelas unhas pintadas e peruca é o prenuncio do fim do típico macho gaucho?
Gente o FABRICIO é metrasexual será que ele sabe disto e sob o efeito Carpnejar hoje pintei o cabelo de roxo, fiz as unhas com cores vibrantes, comprei talco para o pé e vou comprar creme para o corpo ai quem sabe arrumo outra namorada...e continuo a afirmar apesar das dúvidas espalhadas pelos opositores sou homem com H...
E fora a bela saia colorida que a Dona Rosa fez para mim... O Fabrício também é serio e falou destas bobagens dos poetas criarem textos de metalinguagem. O cara é defensor da família uma causa que aderi aos poucos. Sempre fui um canceriano rebelde né...
Ontem estava lá parte da Trupe Reginaldo Poeta Gomes, Zenilda Lua que estão fazendo um namoro de parcerias com este agitador cultural...
Harley Campos e suas muletas, Nélio e sua revolta até a Eliza Bethe Souza eo Franklin Maciel esquecendo um pouco da bitolagem com a política.
É gente parabéns ao nosso SESC até hoje nosso verdadeiro ministério da cultura...
E vamos em frente se deu um bom debate depois pena que faltou os come e bebes...mas fica para o próximo.
O Fabrício faz parte de um clube paulista de novos escritores eles trocam elogios entre eles o tempo todos os caras são bons de marketing estão muito certos....e viva nossos novos nomes alguns ficam outros não só o tempo dirá e quero é ser o novo Paulo Coelho só falta alguma coisa como tino comercial e talento...
Mas vou chegar lá já chamei o Edu Pane para fazermos uma longa metragem e chamei o Franklin para participar na elaboração do roteiro...
Eu e que não vou ficar dando milhos aos pombos vou é armar este circo. E vivo Willis e Carlinhos que são os meus candidatos.
Mas vou encerrando , pois estou elaborando meu segundo livro...E preciso aprender a fazer ficção também pois é gente tem filme do Zé do Caixão estreando e o arquivo X e
Não esqueçam os Mutantes Caminhos do Coração...
Beijos a todos que amam a liberdade....

João Carlos Faria

Gaia

Literatura, filosofia e arte


http://artegaia.blogspot.com/

quarta-feira, 23 de julho de 2008

A era viciada a era digital e seus problemas inexistentes...


Joca Faria


O tempo é que nos falta e a vaidade é muita. A tarde se encerra a noite começa a chegar, faz tempo que não escrevo...Filosofar o que nestes dias de calor em pleno inverno...a cabeça dói...o corpo cansado e a ausência de chuva...Estamos todos aqui presos ao Orkut a Yahoo quando elas falham ficamos agitados e nervosos e quando nossos computadores quebram a banda larga quebra para que tanta tecnologia se ainda ficamos cada vez mais neuróticos, moro numa avenida e acreditem acho que sou acostumado
com o barulho.
E tal da Microsoft que controla nossos micros pagamos tantos micos. Ontem não resisti e fiz uma limpeza de pele gente como isto é bom sabem que as mulheres estão corretas em suas vaidades, acho que vou aos poucos ser um metra sexual...Não ia escrever mas comprei uma saia nova mandei fazer foi a Dona Rosa uma artista de mão cheia que fez a mulher escreve, compõe,interpreta e artista muito talentosa e eu como canceriano acho que só sei escrever. Nunca desenvolvi nenhum talento manual...quem sabe um dia me descubra nestas áreas. Pois é Wagner Moloch hoje está um dia muito quente... Ainda bem que daqui a pouco vou numa palestra do Fabrício Capnejar sabem não resisti e tirei o short estou pelado da cintura para baixo não posso por uma câmera aqui se não seria exibicionismo e este ego tenho aos montes... Mais a minha coleção de calcinhas é gente hoje comprei uma muito bonita lá na CIA e agora eu falo para as vendedoras o cara babaca...acho que preciso falar com uma psicóloga...que sejam vocês né leitores anônimos.
Mandem seus pontos de vista e só recebo a vista...há... há ...há...
To tentando por um Linux no meu computador também para dividir não agüento mais perder material tenho que fazer estal de bekap...
É a gente fica neurótico atoa...preciso arrumar uma maneira de ganhar algumas moedas pois dinheiro sempre falta e a vaidade custa caro, se bem que tratar nosso veiculo carnal bem faz parte da vida...
To encerrando não to tendo paciência para escrever sobre política prefiro o blog fale eleitor do Vale paraibano.

João Carlos Faria

Gaia

Literatura, filosofia e arte....

segunda-feira, 21 de julho de 2008

http://artegaia.blogspot.com/

Poesia no prato....2 a nova missão...

Aos velhos e novos amigos...



Joca Faria


Acabei de sair do Sarau Poesia no Prato que banho de humanidade, longe desta virtual solidão estávamos-nos em festa comendo e bebendo a alma.
Agora estou tentando editar um clipe com a música Inevitável Céu de Léo Mandi dá um trabalho legal . Mas no fim tudo da certo mesmo quando errado...Estava lendo a biografia do Paulo Coelho num shoping muito bem escrita por Fernando Moraes...
Tudo é um grande processo não se chega a lugar nenhum sem se trabalhar muito, tó aprendendo a lidar com o computador doméstico vira um touro a se domar..Se não aprender a máquina te devora ...
Tenho também que aprender a meditar silenciar o touro chamado mente...nunca vi uma festa assim...adorei ...o povo é bem sossegado diferente da minha antiga turma, por falar o poeta Dailor Varela quer de novo o povo na Praça Afonso Pena? Mas será que dá caudo? Segundo o Solfidone quem decide eo universo? To com uma saudade daquele baixinho chato, mas cada um é cada um eos macacos quebrando os galhos... Esta é a nossa cidade...tanta gente interessante num grande cidade industrial...é só procurar...mas ás vezes e quase sempre quero estar na Mantiqueira...
Ou aqui em silencio criando um texto, não me preocupa mais com a forma, chegam de rimas versos o que importa é o todo... o conteúdo palavra tão em voga e nos cada vez mais vazios...onde está nossa humanidade?
Tantas pombas no parque tanta poesia no prato... e tantas dificuldades em nosso dia a dia mas o que seria de nos se não fosse as dificuldades e a doce rotina sempre queremos ser diferentes e sempre iguais...e viva o Moraes viva...
Passei no Chopin hoje lendo muito aquela citada biografia não tenho nem um precoce ito quanto a besta seller tudo é útil ? Lendo a vida de outros as vezes não repetimos os mesmos erros...
Temos que nos ver nos outros o melhor e não o pior circulei anos com gente que só vê defeito nos outros gente assim nunca vai para frente o lance sempre e perdoar as nossas falhas e a dó próximo...
Pois é deixo aqui a pergunta é bom retomar a filosofia na Praça Afonso Pena ao vivo e acores longe das telas dos computadores estou ai disposto e aberto ao novo...Que venha o novo....

João Carlos Faria

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Para que sermos sempre iguais?

Joca Faria


O beneficio da dúvida sempre temos que duvidar de tudo e de nós mesmos do que acreditamos ou deixamos de acreditar. Sou estudante de gnose, mas já questionei muito antes de começar... Se fosse Católico, também questionaria pensar ajuda muito tento agora aprender a não pensar...
Já questionei minha própria sexualidade ás vezes duvidam de mim mesmo, mas isto é ser humano porque todos temos que ser iguais?
Porque todas as mulheres devem usar botas no inverno? Tudo o que fazemos é fruto da imaginação, todo o conhecimento e fruto da vivencia humana neste planeta...
Portanto ninguém é igual a ninguém , mas tentar ser diferente gera provocação.
Basta uma pessoa do sexo masculino pintar o cabelo ou por uma saia já causa um estranhamento?
Não era para ser assim estamos aqui a um bom tempo e ainda podemos ficar mais tempo ainda outras civilizações homens usaram saia e porque agora não?
Talvez eu seja alguém fora do padrão , mas temos que ser o tempo todos padronizados e a criação e a arte?
As inovações não podem acontecer?
Tudo sempre igual á poesia só com rimas a prosa sempre prosa e os partidos políticos sempre iguais?
Vamos repensar tudo e reconstruir o mundo... Só existe este momento não há outro daqui um século outras gerações farão este papel cabe a nos cumprir o nosso.
Portanto pinto o cabelo, uso saia e vestido e gosto de mulheres...
Qualquer hora desta vou experimentar a depilação total e daí?


João Carlos Faria

quinta-feira, 17 de julho de 2008

terça-feira, 15 de julho de 2008

Latitudes do Escorpião

Joca Faria


Acabo de ler Latitudes do Escorpião de Edu Planchez mergulhei neste poeta e descobri neste livro outro homem talvez o homem Antonio Eduardo Planchez de Carvalho bem longe do louco visionário a imagem comum que temos deste ser humano..
Mostrou-nos o seu cotidiano suas riquezas e medos tornou-se um homem comum e isto fascinou me. Sou seu fã confesso.
Mas nesse livro se mostra outra pessoa preocupada com o cotidiano, filho, esposa a ex esposa , irmãos, pais e amigos...
Nada do velho Edu andergraud, mas um homem normal com todas as nossas dificuldades normais nos artistas ou falsos artistas? Vendemos uma imagem de gente feliz , verdadeiras cigarras mas não somos assim temos nossas dificuldades cotidianas, temos família, trabalho ou falta dele.
Para que serve a arte se ela não se retrata o mundo e sua época seu cotidiano. Meus caros o místico esta ai a todo instante em tudo. Não precisamos das roupas de mago e nem da varinha de condão e Edu desnuda este universo neste livro.
Falando-nos de sua infância da Vó fã de Getulio de seus irmãos no Rio de Janeiro e em São José dos Campos aprendi muito lendo este livro e descobri mistérios em nossa vidinha comum , hoje quero é ser normal. Chega de buscarmos ser super-heróis ?
De toda vã ilusão de sucesso e poder. Este livro reflete meu atual momento veio na hora certa é de grande ajuda ? Uma auto ajuda?
A boa literatura esta ai viva na voz de Edu Planchez e seus pecados e amores eu conheço o poeta e o ser humano...
Prefiro o verdadeiro que foi desnudado neste livro...O que aconteceu com sua tia? O que fazia em Ribeirão Preto é viva a vida ....
Leiam este cara este livro vale os vinte reais é uma vida uma louca vida para fazer nascer um homem de verdade...
Conheci Edu na Praça Afonso Pena no século passado vendendo sorvete e já era celebrado por nossos amigos.
Lembro dele criticando minha gramática para o Wangi Alves nunca o supero sempre aprendo com ele mesmo quando faz gênero e fala muito de pornografia só para provocar..Gente o sexo é algo sagrado. Mas Edu esta vivo e forte e aguardamos muitas outras obras que o mundo o descubra , mas sem mistificação enquanto ser humano de carne e osso. Edu mande-nos mais de sua poesia marginal ...As margens do infinito?
Beijos que logo te reencontre na praia de Copacabana na nossa São Sebastião do Rio de Janeiro....

João Carlos Faria

Gaia

Literatura, filosofia e arte
O CANTO DA FEIA SEREIA ?


Joca Faria


A civilização esta ai e onde chegaremos com esta noção de individualismo cada vez mais forte...? Ninguém tem respostas? Só queremos consumir, comer e ter...e nos distanciamos cadê vez mais de nos mesmos...
Este jeito norte americano de viver...longe das famílias, longe das crianças, queremos realizar só nossos prazeres.
E nos dedicamos cada vez mais ao trabalho...a empresa...longe de amigos, mulheres e filhos.
O que há comigo? Com você? Não sei tento descobrir, nos enchemos as igrejas de dinheiro e daí? Saímos vazios não temos espiritualidade nenhuma, pagamos carinho... Afeto não se compra, amor não se compra...O dinheiro não é tudo? Mas nos conseguimos viver sem ele?
As praças e ruas do centro de nossas cidades onde mulheres vendem um sexo fácil e ai precisamos realmente pagar por um sexo?
Precisamos ficar longe de tudo e de todos para poder trabalhar?
Temos que resistir a estes cantos da sereia feia que nos afoga no fundo do mar?
Será que também somos prostitutos desta sociedade dita evoluída... Chega não suporto mais minha vontade de ter... Ir as compras... Consumir... Comer, minha barriga esta grande já não faço exercício Ás vezes me matriculo em academias para pegar umas coroas tão vazias quanto eu... Sim eu sou vazio um nada ...um louco...e você não está longe seu cidadão da velha média a nossa classe...não te vejo como um humano e sim um voto, um cliente, um paciente cadê o ser humano...que droga olha como criamos nossos filhos, cheios de internet, celeluar TV a cabo e nenhum nenhum afeto há quanto tempo você homem ou mulher não brinca com seus filhos? Os meus morão bem longe de mim.
E agora sou um homem de trinta e cinco anos voltado somente para o trabalho. E vejo esta arma que comprei este 38 e penso e dar um tiro em minha cabeça, vejo a geladeira cheia e quero comer, comer e comer. Pois eu paguei aqui num prato tem maconha, cocaína e remédios para eu usar e daí...Tenho telefones de mulheres vulgares e prostitutas e até de rapazes isto mesmo rapazes e daí...já fiz tudo isto e nada me satisfaz
E ai já fui a igrejas, centros de umbanda e nada sempre estou vazio... E o que posso fazer... meter um tiro na cabeça não vai adiantar já fui espírita...já li de tudo e sempre estou vazio..Já viajei para o mundo todo...e daí?
Qual é o verdadeiro caminho, religião, trabalho, tudo isto não me satisfaz já não quero me matar..vou entregar esta arma e as drogas para a policia...Será realmente que temos um criador um Deus? Ou deuses? Não sei nunca sei.. Já li de tudo e não acho nenhuma resposta? Você tem a resposta? Eu não vou indo outro dia eu volto. Talvez o amor seja a única verdade?
Mas e daí?


João Carlos Faria

quarta-feira, 9 de julho de 2008



Amor bandido

joca faria

A vagina numa foto através do olhar eletrônico num blog...a vagina em sua enrugada beleza bem estranha...Porque se esconde o belo, se é belo...tudo que é belo deve ser mostrado e contemplado...o feminino é puro mistério a se desvendar...quero fazer amor na ilha a bela ilha...
Longe de toda a civilização o que é se libertar? Ainda não sei não soltei minhas algemas quero minha carta de alforria...quero toda a liberdade do universo...quero um amor proibido...ou liberado...
Mas um amor de verdade e não por interesse não por troca quero um amor verdadeiro de um homem e uma mulher. Sei que outros amores existem mas quero a união do feminino com
o masculino e nada a mais...
Quero viver um grande amor e mais nada....
João Carlos Faria

terça-feira, 8 de julho de 2008

?

Joca Faria

A noite silenciosa se faz presente e eu e meus seres que me habitam em eternas dúvidas ainda não sei nada do mundo...nunca sabemos por mais que o tempo passe, novas pessoas vão entrando em nossas vidas e vamos aprendendo muito mais que ensinamos o mundo é de quem ousa? Acho que sim mas temos que ousar em tudo? Ou ousamos de medo...sei o que não sou...e não sou o que sou ... apenas aparência...Quem vem lá , quem vem lá além deste sono , não sei parece que todos os dias são iguais e nunca são. O mundo é bem e mal dentro de nos...Ando nu em meus sonhos e vestido no mundo. Afinal quem sou afinal? Todas as pessoas agora são pop tsar grandes estrelas do orabutã...e no entanto somos tão comuns...Graças a Deus que somos comuns? E como não ser...sé somos copias de tudo e de todos?
Porque não somos satisfeito com o que somos? Não merecemos ser o que simplesmente somos?
Sou uma grande interrogação? Eu posso ser outra coisa? Preciso deixar de criar mentiras mesmo as inofensivas? Como escrever sem mentir? Tem algum escritor no mundo que nunca deixou de escrever mentiras?
Caramba que tantas perguntas não sei sou sim uma grande interrogação meu ser não é não sou o que aparento ser?
Ou sou o que sou. Vou sempre andar em volta de mim mesmo afim de descobrir dentro de mim o que sou realmente...

João Carlos Faria

Gaia
literatura, filosofia e arte

http://artegaia.blogspot.com/

domingo, 6 de julho de 2008

Cade os escritores alternativos brasileiros?

Joca Faria

Pois é, o mundo inteiro só pensa nisso: é uma espécie de fome para ficar cada vez maior. De ficar grande, gordo. É uma epidemia. Uma obsessão de crescer a qualquer custo sem se importar com o rumo das coisas. Eu não, penso que a sabedoria é saber a hora de parar de crescer

Liz Calder

Tó voltando da Flip fui acompanhado de dois anjos um bom e outro mal que estão unidos em corpo e alma...Que gostoso andar acompanhado de dois anjos. As vezes o bem vira mal e o mal vira bem quando nos uma-nos vamos entender isto?...A Festa Literária é uma grande festa...não conversei com ninguém via anjos e demônios em minha frente...via também seres que tentam chegar a humanidade e por isso são umamos...Vi uma linda garota leitora de Nil Gaimam com um visual muito distinto...eu estava vestido de umano...e desaparecia na multidão tirei uma foto ao lado dela...pois sou fã de gente estranha igual o Bene e outros tantos nunca quis ser normal como diria o Franklim sou uma metamorfose paranbulante em busca de outras metamorfoses...cade a Flip em off ou desligada que gente de velório. Parecia um velório um dos eventos desta tao de off flip...Prefiro a Flip e toda aquela multidão..Gente não há nada mais alternativo neste imenso Pais? Só uns babacas que querem fazer sarau a base de bebidas e drogas prefiro o silencio da leitura de um livro...E não perco meu tempo.Com gente que não vai me acrescentar nada...A Flip é uma grande festa com o debate que é bem pago. Pagaria com muito prazer aquele ingresso mas eu estava a fim de ver gente e só tinha gente da melhor...O povo todo atrais desta festa de leitores...não encontrei nenhum escritor e não me fez falta nenhuma o bom é circular e circular...Que cidade acolhedora não é cara e nem barata tá dentro do normal volto lá mais vezes...
Mas e a cena alternativa? Brasileira estava lá representada pela OFF FLIP pela experiencia de um dia digo que não estava...O pessoal é esforçado admiro o empenho do Marcelino Freire mas aquela cerimonia parecia um velório o marketing das grandes editoras era melhor...Porque os tais alternativos não aprendem povo vão ler a biografia de nosso Paulo Celho e depois reclamem desta minhas linhas.
Acho que a ditadura militar acabou mesmo com o pais nossa geração é muito fraquinha perto da de nossos pais...Não estamos acrescentando nada de novo? Vamos nos virar e revirar chega deste marasmo temos tudo na mão para gerar novas idéias e ações e estamos brincando de marginais?
Nossa geração é estupida e burra precisamos virar gente...E fazer algo criativo de verdade aquela ponte que separava o povo lá dava para fazer altas performances com pouco custo..Aproveitar aquele centro de maneira inteligente na onde tem aquela Praia Morta montar um circo com uma programação alternativa de verdade pergunto onde estava o criativo Edu Planchez? Vamos virar este jogo para o ano que vem parabéns a Liz Calder por criar esta

Flip-Festa Literária Internacional de Paraty
E privilegiar nossa geração de um grande evento...O espaço ta lá o ano inteiro que Paraty vire a Meca e Aparecida do Norte do saber brasileiro.
Lá já tem Trindade mesmo perto do Rio e São Paulo gente vamos virar profissionais e mudar este pequeno planeta chamado Terra a ora é esta façamos nossa parte...
E viva a Celebração ao Renascimento da Poesia....
E grita Frederic Nietze É necessário possuir um caos dentro de si para dar a luz a uma estrela brilhante...
No mais tó indo mas se aqueles dois anjos que me acompanham permiti eu volto para trazer o mal e o bem ....beijos em seus corações que ainda é pedra...

João Carlos Faria

Gaia

Literatura, Filosofia e arte...

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Flip 2008

Joca Faria

Antiga casa encarnada sem número.

Preciso urgentemente reinventar a infância dos meus olhos.
Um note book me atrai mais que uma cerca de marmelo.
Quem será que roubou meus sonhos primeiros?

Reginaldo Poeta Gomes

Este Reginaldo Poeta Gomes cada vez mais poeta...Estamos presos ao sonhos de computadores de mãos, celulares e tudo mais estou tentando me restringir a um bom computador de mesa...E assim mesmo ando apé por toda esta cidade , mas não sou e nem quero ser poeta marginal..Quero estar muito bem entrosado em nossa sociedade sou fã de grandes poetas marginais sim.
Ninguém quer estar a margem quero ir a Flip pagar ingresso, rachar a gasolina e tudo mais...quero sair da dureza preciso aprender a me virar...Temos que aprender a entender esta nova sociedade consumista que criamos ontem ao ir a uma faculdade perto de Shopping Colinas fiquei a observar todo mundo de carro..A cidade é feita para se andar de carro gastei uma hora e meia para chegar de ônibus a Vila Industrial e ai José como fica? Então qualquer pessoa quando melhora um pouco de vida já compra um carro e ai celulares, carros e jogamos tudo fora quando? Nossa sociedade ta precisando se espiritualizar de verdade...E este poema do velho Reginaldo nos diz tudo em poucas palavras. Num ótimo resumo e eu prosador estou proseando e aquele Riu morto do lado do Shopping contaminamos nossas aguas , nosso ar e não estamos nem ai com Gaia ?
Este planeta é vivo e uma hora desta se enfurece e ai teremos nossa dura lição...como reagir se as instituições estão podres se na politica só vale o enterece econômico ao invés do coletivo?
Tá to escrevendo as mesmas mesmices mas nossa poluição também e a mesma...Aquele esgoto a céu aberto onde nos anos setenta era uma favela agora é área nobre? É São José dos Campos e suas eternas armações e o PSDB junto com o PV e uma corja de sangue sugas estão tentando ir para 16 anos. Uma cidade onde a especulação imobiliária manda e manda muito...
Por isso peço na maior cara de pau votem na oposição em Carlinhos Almeida no Toninho sem medo nenhum de ter uma cidade mais feliz...
Mandar para bem longe esta corja de especuladores, políticos carreiristas e partidos de aluguel
Camaradas agora é eleição tomemos nossas posição e eu to na aposição a Curriola vamos lá camaradas acordem...Que a hora é esta...
O tempo é curto e nossa dignidade não esta a venda por um em preguinho qualquer vamos cuidar desta geração e das próximas sejamos homens de verdade e não a ratos a merce de pequenos ditadores que com um pouquinho de poder já mostram suas garras...
No mais um abraço aos poucos homens e mulheres de verdade.
Diógenes encontraria homens de verdade com sua laterna nesta nossa cidade?

João Carlos Faria

Gaia

Literatura,filosofia e arte...

terça-feira, 1 de julho de 2008

Nos precisamos de heróis?
Joca Faria

Nossa acabo de ler algo do jornalista Uraniano Mota lá de Recife que me deixou muito emocionado faz tempo que um articulista não me comove tanto quanto esta singela simplicidade e emoção na escritadireta que este Pernambucano escreve ainda bem que existe a Internet e é mais rápido para se descobrir talentos como este.Estava tranquilamente lendo a Caros Amigos virtual e o achei falando do poeta Valmir Jordão e sua poesia marginal? E ai é marginal porque esta a margem? Porque não tem oportunidade? É meus caros é duro viver num pais. Onde todos corremos o risco de virar sem teto. Ningúem quer ser marginal não...Estou aqui agora no conforto de meu quarto e isto é direito de todos nós. Precisamos de emprego, saúde e oportunidades.E ai estamos em plena eleições municipais eo que vai ser mudado de verdade depois das eleições?Meus caros quase nada, pois os partidos políticos em quase cem por cento deles. São clubes de amigos que vão desfrutar do poder na base da bar ganha. Depois das eleições. E tudo uma grande armação.Parece que este povo no geral não teve berço e nem tem vergonha na cara.Eles candidatos vão nas periferias e centros pedir o voto de nosso povo e depois brincam de governantes por quatro anos. Enquanto isso as drogas tomam conta do pais. O poder paralelo se instala. A corrupção mais forte que nunca.As prisões não recuperam ninguém e ele nos prometem sempre tudo o que é nosso por direito.Pergunto cade o projeto de Renda Mínima do senador Eduardo Suplicai tá implantado a onde?Cade as fabricas de emprego. As escolas estaduais de SÃO PAULO estão em greves, vivem sucateadas.Passe-se governos e mais governos e tudo sempre na mesma.O que podemos fazer que se adentre nos Partidos Políticos pessoas de fé e carácter. Para brigar por dentro para que se acabe esta zona.O Brasil precisa mudar, nos como povo precisamos aprender a fazer politica com P maiúsculo chega de concha vos e boquinhas.Chega de tudo isto procurem com lupas e achem candidatos com vergonha na cara e bom senso...Vamos ter fé em nos mesmo e em mais ninguém nos não precisamos de heróis.

João Carlos Faria

Gaia

LITERATURA,FILOSOFIA E ARTE...