Seguidores

quarta-feira, 25 de junho de 2008

Doce Semana

Joca Faria

Uma quarta-feira o frio de inverno se faz presente. Os Deuses dormem? Ou nos dormimos? O mundo tá ai e eu também nesta manhã. Na busca da criatividade perfeita. O som dos motores as luzes acesas. E eu mais uma vez vivo neste planeta sem medo e com todos os medos somos uma dualidade em nós esta o bem e o mal...o amor e o ódio...Continuamos a ser as pessoas na sala de jantar...1968 terminou a muito tempo...e estamos aqui a viver nossos conflitos...da doce e saborosa
existência tenho acompanhado a semana literária e seus temas hoje irei a tarde...tudo transcorre normalmente nesta doce semana. Que nunca termina? Tudo é um grande circulo...onde muitas vezes sinto-me perdido...ou você se acha inteiro...será que sou um extra-terrestre disfarçado de humano...será que sou uma ilusão nunca sabemos nada de nós mesmo...porque estamos aqui? Porque somos o que somos? E não somos tem horas que me faço vários personagens...uma multiplicidade de personagens...Tento me desvendar com meus escritos e sempre perco o fio condutor...o som de portões se abrindo...a poesia dos motores nunca há silencio...quem somos?
As visitas em lojas porque adoramos passear em loja comprar e tentar se desvendar, comer também
sinto que não sou o que pareço ser...sou ator sou atormentado por vários demônios. E nunca me acho neste imenso labirinto...quero fazer uma hora de mantra...quero parar de pensar..e não paro?
Para que tantas teorias para nunca chegar a conclusão nenhuma o que é a felicidade?
Já sei que precisamos acreditar em algo além deste humano...além desta matéria...
Na existência do divino acredite eu acredito ser humano e não acreditar é não ser humano...

João Carlos Faria

www.cidadedaspalavras.com.br

Nenhum comentário: