Seguidores

sábado, 19 de maio de 2007

http://www.vejosaojose.com.br/jocafaria.htm

http://www.vejosaojose.com.br/jocafaria.htm

O rombo de previdência O trabalho é algo difícil nos dias de hoje, a aposentadoria para muitos de minha geração será difícil.
Joca Faria (*)


Os nossos pais que trabalharam a vida toda contribuindo com mais de três salários agora só recebem um minguado salário mínimo e olhe lá. Que crédito se pode dar à nossa previdência social.
Quando precisamos somos mal atendidos. Os atendentes dizem que as reclamações devem ser feitas ao Congresso Nacional. Acreditam que os nossos aposentados são ignorantes o que é um erro. O povo apenas se afastou da política com nojo. É difícil suportar o mau cheiro daqueles que estão nas câmaras municipais, nas assembléias estaduais na Câmara Federal e no Senado. Eles fedem mesmo.
Tomara que o presidente Lula encontre uma maneira de cobrir o rombo da Previdência Social para que essa Instituição dispense à população o tratamento merecido. Afinal, pagou caro para isso.
É impossível comparar o Sudeste com o restante do país e sempre tentei entender isso. Nenhum professor conseguiu me ensinar, enxergo, como muitos, que o nosso problema se resume a uma só palavra: roubalheira. E da grossa, por parte daqueles que se apropriaram da nossa prefeitura, do Estado de São Paulo e do Brasil.
Se assim não fosse boa parte dos nossos irmãos não seriam obrigados a viver à custa do jogo do bicho, dos bingos, dos caça-níqueis, do tráfico de drogas. Atividades consideradas ilegais que, no fundo, são articuladas e comandadas a partir de políticos influentes.
É preciso mudar muita coisa nesse país, e a minha esperança é que isso se faça normalmente, pelo exercício da Justiça e da cidadania sem ser preciso que um aposentado tenha que se submeter a um sorteio para ganhar uma casa própria. Quem promove esse tipo de coisa tem ser chamado de safado e ainda é pouco.
Participar de um sorteio para ter uma casa, coisa de político filho da puta.
É preciso tirar o Estado ladrão de nossas costas. Se o presidente Lula conseguir oferecer saúde, educação e saneamento o resto o povo faz sozinho.
É melhor que o Luiz Inácio pense e aja rápido. O tempo se escoa. A nossa paciência está no fim, basta ver como a violência se expande, e não é só no Rio e São Paulo. As matanças vão invadindo cidade por cidade Brasil afora. De repente, algum prefeito, deputado, governador, senador ou mesmo o próprio presidente pode tomar um tiro na cara.
Será que estão esperando que isso aconteça? Nem gosto de pensar no pior। Se o povão perder a paciência e partir para a briga teremos mais de dez milhões de mortos pelas ruas, aí sim a Previdência será mesmo arrombada। (*) João Carlos Faria - jocafaria@yahoo।com।br -




http://www.vejosaojose.com.br/jocafaria.htm



cidadedaspalavras.com.br - www.jocafaria.cidadedaspalavras.com.br

Nenhum comentário: