Seguidores

quinta-feira, 26 de abril de 2007

O CINEMA REGIONAL

O cinema regional

Joca Faria

O cinema tem uma grande importância neste século, E agora com a digitalização o processo de criação é mais barato. Agora se deve caminhar para produções regionais.Então porque nos do Vale do Paraíba devemos estar de fora deste processo.Precisamos nos organizar em ongs, cooperativas e produtoras.E tentar conscientizar as Instituições Publicas de Cultura de nossa região, começando pela Secretária de Cultura do Estado de São Paulo e o Ministério da Cultura e as Fundações e Secretarias Municipais de Cultura.O cinema retrata um povo. Mazzoropi retratou bem nosso Caipira ,mas e nossa geração está registrando nossas manifestações culturais.Precisamos criar um projeto de cinema. E talentos não nos faltam. Falta uma grande articulação dos produtores de cultura já temos uma boa produção de teatro, bons escritores.Músicos, Artistas Plásticos falta bons articuladores e provocadores para se iniciar um processo da feitura de longas metragens na região.Teve-se nos anos noventa em São José dos Campos o Núcleo de Cinema Ethos mantido pela Fundação Cultural Cassiano Ricardo ,mas este processo não continou na FundaçãoE remanescentes deste processo continuam a produzir sem nenhum apoio oficial.Agora isto precisa mudar o Cinema é uma indústria que gera bons empregos e vende nossa imagem para fora do Pais, Somos uma região bem desenvolvida economicamenteFalta agora criar esta Indústria Cultural com boa vontade política o processo será bom para toda comunidade.Já participei da organização de textes para filmes e sempre a receptividade da comunidade é grande todo mundo quer se ver retratado na TELONA e na Telinha.Isto é muito sadio o que falta para podermos arregaçar as mangas uma união do movimento cultural e a vontade política.O cinema regional no mundo esta cada vez mais forte, podemos falar no cinema Iraniano, Europeu , Asiático e porque não o cinema do Vale do Paraíba.Estes dias assisti ao documentário de Lucia Murati promovido pelo Sesc São José que retrata a visão do cineastas estrangeiros sobre o Brasil.Se tivermos produções regionais á visão mudará. Com a internet a difusão é facilitada.Vamos juntar forças para criar uma produção talentosa de cinema em nossa região sóestá faltando vontade política.

João Carlos Faria

Grupo CIDADE DAS PALAVRAS

segunda-feira, 16 de abril de 2007

Livro Sobre Nada

Livro Sobre Nada

Joca Faria

Li avidamente e relerei também o Livro Sobre Nada de Manuel de Barros.É uma leitura sadia revendo a poesia com outros olhos . Bem longe de uma segunda –feira que poderia se dizer agitada.Fala das formigas atômicas e porque não atônitas. De andarilhos as vezes tenho vontade de montar um personagem bem estranho com saias , meio profético e andar pelo centra de minha cidade, Cadê os Gentilezas , os Bispos do Rosário assim Manuel de Barros faz nos lembrar que a vida tem purezas. Como um prego numa bienal em Noventa e quatro.Que autor maravilhoso que eu ganhei e assimilei a poesia contemporânea mostra –se cheia de grandes talentos. Este poeta lá do nosso centro oeste e sua poesia próxima da terra.Por isso assisto Entre-Linhas da Cultura para sempre descobrir o renovo ou o novo para Nossos olhos e ouvidos sedentos de poesia.A poesia esta tão próxima mas é como se fosse outra dimensão dentro desta tridimensionalidade.Ser poeta é não ser.É tentar renascer a cada novo olhar que vibramos ao rever a poesiaQue viva eternamente Manuel de Barros.Agora o conhecido despido em sua alma dos sertões de nosso centro oeste.

João Carlos Faria

www.cidadedaspalavras.com.br

Transporte Inteligente

Transporte Inteligente

Joca
Faria

A simplicidade de tudo, Porque precisamos de carros circulando nos grandes centros das metrópoles em SÃO PAULO existe o rodízio de carros. Mas acredito que em certas regiões poderia se proibir o uso de carros pa
ra pessoa física. E criar um sistema de transporte que garantisse QUALIDADE ao público e seguro ao gosto da classe média e subsidiado para o cidadão usar melhor o transporte público.Porque não se tem um sistema de trem que saia da Capital do Estado de São Paulo e chegue ao Vale do Paraíba assim desafogando a Dutra e as outras rodovias.Em São José Dos Campos falta a ciclovia é uma cidade muito perigosa para se andar de bicicleta , Não se tem lugar seguro para se deixar as bicicletas no centro recentemente proibiu- se de andar de bicicleta no anel viário porque não se planejou ali uma ciclovia.As ongs locais têm se manifestado por ciclovias e partidos políticos também. Precisamos de ônibus mais barato e de melhor qualidade. Quantas vezes vemos nos pontos da ZonaLeste pessoas esperando por muito tempo ônibus. É uma cidade que não se tem um transporte por 24 horas. Quando teve não hera seguro para os passageiros.A comunidade precisa - se unir ir a Câmara dos Vereadores e reinvidicar melhor transporte, pois a cidade hoje esta bem descentralizada com Fórum sendo construído no Jardim Aquários , Teatro em Santana como o cidadão comum pode se locomover de ônibus para lazer se para trabalho já se é muito difícil. Assim é a Cidade mas juntos podemos melhora –lá basta acreditarmos.

João Carlos Faria

Encontro Literário

Encontro Literário

Sábado as 10 da manhã no dia 12 de Maio de 2007. haverá uma palestra do
Escritor Nadir Jacob Cury sobre a Poesia Contemporânea e a falta de espaço na mídia de novos autores.

Na Câmara Municipal de São José dos Campos

Grupo Cidade das Palavras

www.cidadedaspalavras.com.br

Processo Criativo

Processo Criativo

Joca Faria

Numa manhã de quinta-feira estou novamente a escrever, Quero falar de meu processo de criação tenho feito há alguns anos algo entre artigo crônica e poesia tudo numa grande prosa. Mas abandonei a poesia simples e direta e troquei o caderno pelo computador. Agora vejo que tenho que voltar a simplicidade de uso de um caderno e uma caneta.Pois ali se registra todo o processo de criação que fazemos. Ontem quando a Edina Petri me pediu um poema tive que recorrer a um poema já antigo e selecionado para o Livro Retina a poesia tem por objetivo atingir todos os públicos e ás vezes nos divergimos de uma linha mais livre para textos mais pesados.É bom fazer esta reflexão para se aprimorar o processo de criação a literatura e algo importante podemos registrar de varias maneiras a atual sociedade através do olhar e do registro literário de uma voz de uma pessoa.Escrever é para mim algo tão essencial quanto respirar e tenho me restringindo ao computador.Vou voltar a me diversificar e reaprender a fazer versos livres. Pois os versos livres são textos belos e sintéticos e ás vezes caminham para a criação musical.Tudo sempre é um grande aprendizado. Mas não vejo a hora de ter de novo um computador em casa.Mas isto é outra historia ai poderei chegar a experimentar a Dramaturgia, pois sonho em aprender a fazer roteiros para novelas da sete.Adoro novelas não escondo esta mania.E busco o aperfeiçoamento. Logo termino o livro Retina e posso começar a selecionar outros textos. Mas terei novos poemas?Por isso volto ás raízes obrigado Edna pelo grande apoio.

João Carlos Faria

segunda-feira, 9 de abril de 2007

partido verde

Eleições 2008

Joca Faria

O PV de São José dos Campos pode tornar-se uma alternativa ao modelo de governo do PSDB lançando uma candidatura própria com chapa completa para vereadores E PREFEITO.
Não se atrelando a candidatos vindos pela maquina via PSB QUE busca manter o status quor desta cidade.
Talvez o Roberto Simão não esteja sabendo disto ,mas estou esclarecendo aqui este ponto.
Foi feito contato via o Sogabe no mês passado sobre a vinda de candidatos a vereador do psb a priori concordei, mas refletindo revi o ponto de vista.
Não é importante estarmos atrelados au atual governo.
É importante se construir um projeto próprio de partido para a cidade isto venho defendendo desde que entrei no PV.
Fico triste com o Josias Franklim Maciel por ataques pessoais e não o debate de idéias como tem que ser o ponto de discussão.
Vamos construir um partido legitimo e com novas lideranças.
A campanha do Fabrício foi importante, pois mostrou o PV e suas proposta tive cinqüenta votos ,mas tenho o reconhecimento e o agradecimento de minha comunidade da Vila Industrial onde os cidadãos chamam carinhosamente de Joca Faria pretendia
apoiar a candidatura de um amigo o Sr. Josias ,mas depois daquele email de ataques pessoais desisto.
Estarei sim no PV pois acredito no novo grupo que se forma peço desculpas ao Salvador e ao Roberto.
E a todos os atingidos este espaço é para debates, vamos construir um Partido de verdade em nossa cidade, sem nenhum atrelamento.
Ao psb,pt ou psdb temos nas mãos um partido político teremos em TAUBATÉ O padre Lobato, também Jacareí e outras cidade como Caçapava vamos construir um novo jeito de fazer política.
Com sensibilidade e carisma, não precisamos de nenhum pastor para conduzir ovelhas
Não somos ovelhas somos homens e mulheres de caráter com opiniões próprias.
Peço desculpas formalmente ao Fabrício Corréia por citalo em desagravo na ultima reunião do Partido regional em Caçapava.
Às vezes somos prepotentes em nossos textos erramos mais que acertamos.
Não vamos transformar pontos de vista em guerras pessoais, desculpe Josias se o Atingi
No pessoal não foi à intençao coloco que o Senhor Tem um cargo de confiança da administração municipal.
Até onde o Senhor É isento conheço suas qualidades mas como até hoje conheço os defeitos como tão bem conheces os meus.
No campo afetivo cultivo muitos amigos.
No mais espero que se mantenha este debate em bom nível, Vou voltar pois nunca deixei.
Abraços fraternos.

João Carlos Faria

sábado, 7 de abril de 2007

A noite que a classe politica morrerá de overdose

A NOITE QUE A CLASSE POLÍTICA MORRERÁ DE OVERDOSE

Joca Faria

Eles não querem saber de poesia , nem da belezas do mundo o lance deles é computar os númerospara saber se terão votos. Sempre votos o lance deles é votos.Vendem a alma a prestação. Alugam suas mulheres para as donas de bordeis.E fazem festas com a grana do dinheiro público.Se esquecem-se que são cidadãos.O lance deles é lotear as câmaras de vereadores e distribuir os cargos para parentes e amigossempre incompetentes.Quando mudam de partido compram a filiação dando vagas aos HOMENS DAS EXECUTIVAS.que vivem se reunindo para derrubar os atuais presidentes e depois serem derrubados.Enquanto isso os rios morrem, as aves morrem.E os pobres se multiplicam pois os políticos não enfrentam a igreja católica com seu conservadorismo.Não temos controle de natal idade.Não temos emprego e temos o pacto de quem perder ganha algumas poucas vagas poisajudam a MANTER a falsa competição.O LANCE é vender as legendas para os vices que derem mais.Vamos a lugar nenhum deste jeito. Desta falta de camaradagem.O LODO humano é que participa dos partidos.Verdadeiros ratos de bueiros.Escoria social , quando mudará este perverso jogo.Arrumar em-preguinhos de acordo com o número de votos.Mentir mentem sempre estes dementes.Depois se escondem atrás de jornais na hora de comer feijoada em hotéis bem refinados.Nossos publicos homem corropem-se por míseros votos.Sem saber o verdadeiro sabor de mudanças reais que se precisa fazer com a política.Até quando...morrerem de overdose no planalto central em suas festas .....
João Carlos Faria

quinta-feira, 5 de abril de 2007

Perdido em Nova York

Perdidos em Nova York

Joca Faria

Quadros quantos quadros em minha frente, Vejo além do ver. O sol se faz presente neste mês de Abril. Anjos cantam nos céus e não os ouvimos.A menina passeia pelas ruas enquanto dormimos sossegados.Agora a tarde faz se presente. Ouço motores vejo lindas mulheres de vestidos nos pontos de ônibus. Leio o jornal de Domingo e vejo boas noticias. Eu consigo ver a esperança enquanto leio os jornais. Livros de filosofia dão me esperanças em dias melhores.Manhas frias , noites quentes. Quem é você leitoor? Não sei nem quem sou além de meus egos busco a essência minha transparência.Caminho por esta Cidade que é sua é minha.Quando andarei por Nova York , mas não quero ser dois perdidos numa noite suja adoro o filme de José Jofily ontem o assisti novamente...Ver nova yorque revelada pelas lentes brazucas o cd Versos Sanguíneos está quase pronto em breve ouvirão as vozes destes poetas profetas de São José dos Campos. Suas vozes multiplicadas em diversos versos.Versos Astrais longe bem longe das ruas. Quero ainda relança-los em cd descobri tardiamente que estava numa vanguarda bem distante.Hoje sou feliz ao ver o Sol nascer nesta manhã cheia de graça.Pássaros dialogam comigo nos céus vejo seus signos vejo suas falas.Quem não somos? Porque tantas mascaras em nossos rostos....Mas q mascara? Quem somos nesta era da individualidade ...nesta era do eu do ego... não ser ou ser? Faz-nos sentir a dor da existência...Nos voejos sós a andar pela cidade. Estamos SORRIDENTENTES somos dois perdidos numa noite suja.É João Nicolau tenho alguns neurônios são poucos , mas são meus. A poesia nos faz delirar quero ler muitos livros que ainda não li, Tenho muitos autores para desvendar, mas quero primeiro me desvendar?Quem sou retido em minhas retinas. Sou manifesto sou carne, carnívoro quero andar nú numa praia deserta. Sem incomodar ninguém.Quero estar só mesmo quando estiver acompanhado. Vou sair pela cidade tomar um Açaí e caminhar em direção ao meu lar. Mas de onde vim?Fujo quando vejo –me num espelho dentro de um elevador sinto-me preso.Sinto descer aos infernos de mim mesmo. Quem somos? Quem és?Canto para espantar a solidão, Cantamos todos juntos em plena Mantiqueira um canto de um povo qualquer.Quem sabe hoje faremos uma ciranda por toda a madrugada é véspera é véspera de algo que se abre num portal é véspera de desejos realizáveis somos felizes mesmo não achando. Ouço sua voz em meus ouvidos quando durmo numa noite qualquer.Venha mulher venha amar sem fé.Deseje é será realizado sou profeta da solidão. Quem nunca chorou.Minha poesia não é deste mundo? Então de onde ela é?

João Carlos Faria

www.cidadedaspalavras.com.br

http://planchez.zip.net/

http://jocafaria.blogspot.com