Seguidores

domingo, 25 de março de 2007

Homens sem caráter

Homens sem caráter

Joca Faria

Manhã nublada o Sol ainda não surgiu. Ontem assisti no Entrelinhas o poeta Wali Salomão com a majestade de poeta marginal, mas de marginal não tem nada. Ele é um grande mestre da palavras.
O sol continua dormindo vejo lindas mulheres em minha frente.
Tudo leva a uma saída, Mas que saída? Onde o coelho esconde o buraco do rato? Mas que rato não a rato nenhum além do que encontrei na Avenida JK quando voltava do curso de filosofia.
Dias destes assistindo ao jornal nacional vi Edu Planchez numa escada a protestar contra a violência. Queria estar com ele qualquer dia destes irei ao Rio de Janeiro nadar nu em Ipanema.
Por falar em ratos fiquei sabendo que eles estão atacando as merendas das criancinhas por ai, Tanta corrupção neste pais gente bandida tem em todo lugar. Peço aos Deuses prisão para estes homens sem caráter. São tão hipócritas que traves tem –se de defensores do povo.
Dentro de partidos políticos.
Agora tenho saudades do tempo em que corríamos nus pelo centro da cidade nossa antiga Irmandade.
Hoje estamos sós cada um em seu caminho. Cada um de nos perdido em seu próprio labirinto.
Estes nossos labirintos não se cruzam mais estamos sós.
A ver navios. A chorar verões perdidos neste novo outono que se inicia sinto saudade de meus amigos de nossas caminhadas no Parque de nossa Cidade.
Quem sabe , quem sabe um dia estaremos todos juntos novamente agora me vou embora a chorar verões perdidos.
Tenho saudade do que ainda não vivi.
Tenho muita sede de viver.beijos ancestrais.



João Carlos Faria

www.cidadedaspalavras.com.br

www.jocafaria.cidadedaspalavras.com.br

Nenhum comentário: