Seguidores

sábado, 30 de setembro de 2006

videolog

http://www.videolog.tv/jocafaria


Chegou a internet em vídeo?Estou escrevendo sobre a grande novidade para mim enquanto internauta, a tv na www.videolog.tv
Joca Faria (*)


É a novidade definitiva na internet. No maravilhoso mundo virtual, estou assistindo a tv na internet como se fosse na tv tradicional, criado por artistas totalmente anônimos. Sem nenhuma restrição moral, sem limites, necessários ou não. Com uma câmera na mão como profetizou nosso grande cineasta Glauber Rocha.
É o povo na tv, sem restrição estamos gravando sempre aos sábados nos estúdios da site vale. Todos internautas numa grande reinvenção do vídeo na web e também através do yotube.com. A tecnologia ainda não é a melhor mas com o tempo chega no nível da TV e ai se dará uma grande popularização. Imaginem o cineastas João Nicolau fazendo uma minissérie para a tv web. Ou um vídeo clip do músico Leo Mandi.
Uma coluna política do famigerado Ricardo Faria descendo a lenha até nele mesmo. E é isto mesmo as comunidades ganham seu espaço na mídia. Acredito que a Fundação Cultural Cassiano Ricardo deva instalar computadores com câmeras e internet de banda larga nos espaços culturais nos bairros.
Fazer oficinas de jornalismo e historia para resgatar a memória de nossas vilas. A própria comunidade contando sua HISTORIA registrada ao vivo e a cores, transmitida para todo planeta.
Querem revolução maior e mais importante depois da imprensa escrita? Estamos chegando ao mais alto nível de democracia nos meios de comunicação.E assim nasce uma nova sociedade!

quinta-feira, 21 de setembro de 2006

SOLFIDONE,POLITICA,JOCA FARIA

Solfidone ,poltica,joca faria

sábado, 16 de setembro de 2006

EDU PLANCHEZ

que seja em breve, o tempo passa, em menos de um século não estaremos + no planeta.Sinto tua falta, és muito valioso para mim. Essas não palavras de Solidões, são palavras de Edu Planchez, poeta tal como tú, nômade e tarado. O Rio de JANEIRO é tesão, cidade boa para os inventores loucos. bjs EDU PLANCHEZ

Aqui em São José Dos Campos o banhado esta vermelho sangue de um sol que se pós ontem.Hoje desci de um ônibus vindo da Vila Tesouro em frente ao banhado e pensei quando eu for prefeito destacidade de fabricas de bombas irei criar uma grande praia no Banhadoooo.E ai sai pela cidade com uma imensa prancha de surfperguntando onde ficava a praia desta imensa cidade.Veio carros com homens vestidos de branco tentaram me pegar e eu corri corri como um louco.E cheguei ao pinacão em 2 de Janeiro de 1996 mas eu estava em 2006 não entendi nada e vi o Irael LUZIANOdeclamando Pessoa vi Malafaia cantando Eu não sou um mago.Revi todo mundo ninguém sabia quem eu era e eu voltei notempo das cavernas e la estava o Banhado como um mare vi o Dailor Varela andando em cima de um dinossauro.Estava muito quente o Sol queimava nossos cabelos.Eu vestia uma linda saia vermelha como o sol. Encontrei uma linda mulher fiz amor no mato com ela.E dançamos ciranda seu nome era Serpente e nasceu um filho de nosso amor que se chamava Adão e da costeladele. Veio um Anjo e fez a Eva.Ai você Edu que já leu a bíblia e a conhece de cor já sabe de tudo que aconteceu....

João Carlos Faria


WWW.CIDADEDASPALAVRAS.COM.BR

quinta-feira, 14 de setembro de 2006

Mulheres vão ao banheiro?

Mulheres vão ao banheiro?

Joca Faria

Tudo já se falou do poder de sedução feminina mas nem tudo e sempre dito. Elas são seres alem da compreensão para nos homens são mistérios encarnados no mundo real são Deusas.E a nos homens cabe a imperfeição somos partes dela e não elas partem de nos.Vivemos numa região onde a Deusa é cultuada sobre o nome de Nossa Senhora Aparecida tão bem cantada por Renato Teixeira.O marianismo faz parte de nossa cultura. Hoje vindo para este espaço Chico Triste deparei me com duas belas irmãs uma com um vestido esvoaçante sendo tocada pelo vento e outra a empurrar um carrinho de bebe.Não e a toa que nossos mestres Vinicius de Moraes e Tom Jobim compuseram garota de Ipanema nosso sexo feminino que é cantado em verso e prosas e a mais pura perfeição do Grande Arquiteto nosso pai.Este ser feminino que nos inebria faz nos homens gemermos sem sentir dor. Como bem canta Amelinha.Mulher alma, mãe natureza, somos todos filhos de Gaia cantemos louvores a elas. Nossas eternas mães.Nascemos do útero e voltamos a terra.O que seria de nos sem seu amor sem seu suor sem seu calor.Sem a beleza desta flor que nos acaricia e nos ama nas alcovas.Mulher sou teu filho teu esposo e teu pai.Venho de ti senhora da magia.

João Carlos Faria

Infindável Rotina

Infindável Rotina

Joca Faria

Num dia como outro qualquer dentro de nossa rotina de nossa infindável rotina.De seres ditos humanos.Onde cachorros latem amarrados ha lingüiça. Onde pessoas infelizmente solteiras amargam a solidão de suas camas.Nós seres humanos não devemos estar sozinhos.A solidão é um grande pecado.Ficamos num grande silêncio ouvindo o cantar dos pássaros nestas terras Valeparaibanas.Dentro de meu ser brotam as palavras que digito nesta máquina de Kaos que denomina se computador. Estamos sós porque queremos ou pela nossa incompreensão do universo feminino ou masculino? Dependendo de quem lê este texto.Esta noite a revi minha primeira paixão neste mundo físico faz tempo que não há vejo.Ela vive lá pras bandas da Mantiqueira dançando ciranda e cantando com os passarinhos.Enquanto isso os elementais pregam me peças caindo folhas secas por dentro da camisa.Quase me despi em plena avenida Brasil seria eu preso e acusado de exibicionismo. Mas seria uma grande brincadeira de algum elemental. Vivemos num mundo de grandes convenções e leis estamos presos a constituições temos direitos e deveres, mas afinal e por sinal quem somos por trás das MASCARAS?Tento me desvendar, tento descobrir me sou um homem ou um pássaro?Nunca sei, Leio atentamente nosso mestre Samael Aun Weor e tento decifrá-lo, mas na minha santa ignorância descubro me Incompetente.Gnose Gnose Gnose Gnose.O conhecimento este decifrado basta-nos aprender a decifrá-lo.Afinal eu tenho uma alma?Afinal tudo cabe em meu quintal...

João Carlos Faria

www.cidadedaspalavras.com.br

A CRUZ ?

A cruz?

Joca Faria

ONDE afinal ESTÃO os profetas? recebendo sinais internéticos vindo da Grande Nação Abdalina que estaentre a Cruz e a Espada.procuramoS o conhecimentO em tantos lugares em tantos Altares bem longe de nosso povo.E na entrega de panfletos nas portas de temploS vejo novamente meu PovO e entre a pseudo classe artistica e sua intelectualidade mercantilista. eM busca de migalhas do PODER público fazendo peças de poetas mortos.até onde a estreita mediocridade desta classe mercantilista que se vende por um cachorro quente.E sonha com projetos de milhões. mas caminham apé ecomem na fila do bom prato.FILA FILA FILA DE TEATRO.nA afundação de nossa doce ilusão. AMARGA cineAstas de nenhum filme, atores de si mesmo.Aos olhos populares não passam de VAGABUNDOS.como os mediócres pseudos poetas desta cidade de campose nenhum espaço para a arte.Não mais bebo desta água, não quero viver junto a estesseres mediócres também sinto me parte desta escravidãosansarial.Preciso libertar me.Mas como?Hoje 11 de Setembro amanhã 11 de setembro.Que dia sairemos de SANSARA?não sei mas sei.Caetano Veloso fantasiou se de Drag Queem e pulou carnaval no cordão do pinga fogo.La pras bandas da Mantiqueira.Ainda sou feliz ainda não posso morrer.Pois ainda não sou poeta.AINDA SOU UM APRENDIZ DE MIM MESMO.qUERO LIBERTAR ME DE VEZ DA SANSARA FUNDACIONAL.quero ser um homem de verdade e não mais um pseudointelectual desta São José Dos Campos.Sou um ser humano e não uma bosta ambulante.Quero velos todos no inferno.A depurar se. quero velosfelizes.
João Carlos Faria

www.cidadedaspalavras.com.br

Sáude

Saúde Pública em São José Dos CamposA saúde pública em São José passa pela discussão da terceirização do hospital municipal uma questão que, para a população, talvez não seja esta.Joca Faria (*) E sim o atendimento às suas necessidades de saúde.Atualmente a espera para uma consulta é de três meses e nos fins de semana o cidadão fica mais de hora na fila do Pronto Socorro Municipal.
As Unidades Básicas de Saúde estão sendo reformadas. Na realidade falta estrutura à saúde pública municipal. É preciso fazer uma pesquisa popular e deixar o povo opinar a respeito e também os funcionários. Daí podem sair várias sugestões e soluções para o problema da saúde joseense.
A Câmara tem a obrigação de abrir o debate e o Jornal do Povo, semanalmente, vem criticando a péssima qualidade do sistema de saúde, tudo comprovado e que já vira clamor popular.Das cidades mais ricas do Estado, São José teria que ter um sistema de saúde exemplar, mas não tem. A se falar em atendimento de saúde bucal então, os contribuintes não têm nada.
O que se vê é a administração municipal contratar um monte de “morcegos” por indicação política em desprezo ao bom funcionamento dos serviços públicos. Isso mesmo, sustentamos um monte de sanguessugas e somos pessimamente atendidos pela Prefeitura Municipal numa verdadeira heomorragia nos recursos mal aplicados.
O buraco é mais embaixo, estamos carentes de estadistas e não de ladrões de galinha canalhas como os instalados no governo municipal que ainda têm a ousadia de nos pedir o voto para os candidatos da terra.
No três de outubro, vamos dar o troco e votar em qualquer um menos nos “minhocas” como já foram apelidados os tais “candidatos da terra”.

(*) João Carlos Faria

Educação

Educação

Joca Faria


Brasil um pais de todos? Será mesmo que nesta sociedade de mercado sejamos mesmo um pais de todos.
Na teoria somos todos iguais, mas na pratica não vemos a mesma chance para todos.
Neste ano eleitoral um candidato destaca se pela proposta de melhoria da educação o educador Cristóvão Buarque.
Que esta saindo pelo Brasil a defender a idéia de se investir em educação prioritariamente.
Mas o sistema de cotas não funciona não adianta avaliar as chances das pessoas por sua cor de pele nem sua suposta raça.
A idéia de garantir cinqüenta por cento das vagas em escolas publicas para estudantes que fizeram o ensino médio em escolas publicas é boa.
Mas esquecem nossos cientistas sociais que mesmo tendo esta chance muitos estudantes não conseguem fazer os cursos por causa do alto custo para suas famílias em media o custo de um estudante contando moradia, alimentação, vestuário, material didático sae 800 reais e como nossas famílias da classe c e d bancariam seus filhos nestas universidades.
Se formos realmente uma sociedade democrática deveríamos bancar estes custos via distribuição de bolsas assim garantindo o acesso e ascensão social aos nossos talentos e não segregando como acontece hoje em dia.
Para sermos uma nação realmente democrática precisamos dar chances reais para nossa juventude.

João Carlos Faria

www.cidadedaspalavras.com.br

terça-feira, 5 de setembro de 2006

Super-Homem-davi fernandes de faria


Super-Homem
Pintura a oleo de DFF-davi fernandes de faria

Onde fica a fronteira?

Onde fica a fronteira?

Joca Faria

Dedicado as minhas sobrinhas Amanda,Ariane e Letícia.

Era uma vez numa grande cidade, Gente muita gente indo de um lugar ao outro lugar.
Mais que cidade pode ser esta ? Ainda não sei pode ser a minha a sua cidade.A CIDADE que quiser imaginar.
Mas podemos imaginar de tudo? Então me responda para onde caminha o universo se ele esta em expansão então esta cidade pode estar na fronteira do universo?
É TALVEZ esteja na fronteira do universo.E se tiver um grande abismo? Com gigantescos elefantes no fim do abismo sEgUrAndo uma boneca de uma pequena menina.
A onde nossa imaginação pode se expandir não temos fronteiras, Somos partes de estrelas que explodiram então somos filhos das estrelas?
Então tudo vive tudo tem alma? Afinal todo o universo cabe em meu quintal?
E esta cidade pode ser a onde estamos? Estamos no centro e na periferia. O universo explodiu em vários espaços então tem vários universos?
Tem varias dimensões? Como posso passear na quarta dimensão estando eu na terceira?
Vá peça a seus Deuses a Chave do Portal do Sétimo Reino e adentre ao mundo de Solfidone
Onde tudo e mistério e tudo esta diante de seus olhos.
Posso mesmo? Tens fé? Tenho então abra sua mente.
Ta bão está aberta. Olha vejo lindas meninas de velocípedes invadindo a Praça Afonso Pena.
Dançaremos com elas uma grande e infinita ciranda diante do Portal do Banhado.


João Carlos Faria

www.cidadedaspalavras.com.br