Seguidores

quarta-feira, 16 de agosto de 2006

IMAGINARIO

IMAGINARIO

Joca Faria

Andando pelas ruas, indo a postinhos de saúde para marcar consultas, prestes a ficar desesperado com um dente.E tentando achar um tema para o artigo da semana.
Passo enfrente a uma escola de educação infantil e vejo crianças e sua professora brincando num mundo
Imaginário.
Que mundo e este que nos adultos cheios de preocupações às vezes bem tolas deixamos para traz, longe estamos deste mundo lúdico em que um dia vivemos.
Não que não devamos ter responsabilidades elas são necessárias, mas devemos tentar viver a vida com muito humor sem nenhum medo de ser feliz.
Como diria o poeta Franklin M. Onde mora a felicidade? Vejam este poema no site www.cidadedaspalavras.com.br.
A FELICIDADE esta dentro de nos em nosso coração ,pois nosso Deus interno nunca nos abandona, Nos que o abandonamos o deixamos guardado em nosso inconsciente.
Li há algum tempo um artigo de Rubem Alves onde ele defende que o ser do sexo masculino deva estar também nas escolas infantis para ajudar na formação de nossas crianças.
Concordo plenamente com este grande mestre que sempre leio na Folha de São Paulo.
Outra mestra a Educadora Bete Souza defende uma educação onde os limites devam ser impostos de uma maneira bem leva, mas com pulso.
Hoje garotos ao serem apanhados Pixando carregam o estatuto da criança e adolescentes usam como arma para cometerem seus erros.
O estatuto esta sendo usado de maneira distorcida com a colaboração e omissão dos conselheiros tutelares
Devemos ter direitos ,mas observemos também os deveres.
Se não construiremos uma sociedade de bárbaros.

João Carlos Faria

Grupo Literário Cidade das Palavras

www.cidadedaspalavras.com.br

Nenhum comentário: