Seguidores

quarta-feira, 30 de agosto de 2006

PALAVRA......


PALAVRA....

PALAVRA......

PALAVRA

Joca Faria

Dedicado a Marcelo Planchez que sonha em ser pastor de almas.....mal sabe ele que já é um bardo....

Viagem uma grande viagem pelo mundo virtual poetas brancaleonicos DEFLAGAM a guerra das palavras.Numa busca incessante pela LIBERDADE...a quarta dimensão abre-se ao nosso comando. podemos ter a noção através do mundo virtual....Por onde anda Dom Sebastião, por onde anda...???Baratas, poetas das baratas e suas ressonâncias virtuais.Chico Triste não esta nem um pouco triste... nunca esteve triste. A liberdade, ao compor uma musica e ao toca-la em SARAUS, oferecidos ao mundo virtual...O COMPUTADOR permite que se grave musicas, que se faça vídeo e se conte nossas mentiras inofensivas...Ontem pulei a janela da Fundação Cultural Cassiano Ricardo, hoje adentro solitariamente pela porta da frente... busco as brechas betinianas de minhas betis e seus mundos...
Os magos abdalinos estão vivos..... Diz abda Almirez primeiro, que ainda me deve o título de ÍMÃ...Onde está?
Esta gente pobre e rica de cultura estão ai pelo mundo virtual em suas vidas cheias de vida e às vezes, cheias de mediocridade...Tem gente que ainda acredita em partidos toscos e seus políticos... não mais carrego bandeiras, não mais compro a ilusão que tenta comprar meu silencioooooo.Vejam nossa sadia loucura em vídeo no www.cidadedaspalavras.com.br.Temos que ser felizes em nosso presente, o passado passou, o dia chegou e danço nú em plena Avenida Paulista.Diante da bandeira sou macunaima sou Edu Planchez,Não tenho medo da morte e canto todo dia a sorte de viver. Respiro o ar de prana...Minha gente!!! busquemos a liberdade como diria Carlos Daguapé... somos uma tribo INVISÍVEL...Dancemos novamente ciranda no Parque de nossa CIDADE... uma cidade das palavras...cidade de poetas, prostitutas e artistas.Esta cidade é São JOSÉ DOS cAmpos.Uma grande e KaotiCacidade.Vivamos a nossa era do Ouro...Tão prometida por Dom Sebastião.Adentremos a quarta dimensão.Sejamos felizes.
João Carlos Faria

www.cidadedaspalavras.com.br

Encontro Literário
No dia 16 de Setembro as 10 horas da manhã no SÁBADO o grupoliterário Cidade das Palavras.Fará o encontro dos amantes da escrita.Na câmara municipal de São José Dos Campos sp

www.cidadedaspalavras.com.br

segunda-feira, 28 de agosto de 2006

Encontro Literário

Dia 16 de Setenbro as 10 horas da mANHÃ , sABADO ENCONTRO LITERA´RIO DO gRUPO
LITERARIO cIDADE DAS PALAVRAS NA CÃMARA MUNICIPAL DE são JOSé dos Campos sp.

Tema Uma Editora Publica?

Kaos

Joca Faria

O sol brilha no céu e aqui na terra estamos vivos. bem vivos enfrentando nossa jornada nesta grande roda gigante.Batuques de tambores.Assinalam o Kaos.Tudo nasce de nosso Kaos Desejos sexuais afloram nesta sagrada manhã.Comemos da maçã e brindemos a felicidade.Zé Celso Martinez Correa em algum canto do planeta ensaia uma nova peça de teatro e choca pobres garotos da periferia com seu gozar atômico.Deixando todos atônitos. Dispo me em meu quarto e em minha nudez aflora o Vulcão gerando mais umaerupção no começo da tarde em cinzas.Batuques afloram nossos desejos ancestrais.Ainda não é Karnaval. Mas dançamos nus na ciranda em sonhos em nuvens de algodão.Afinal o que estamos fazendo aqui neste planeta?Não mais acredito em nada, alem da busca do conhecimento.Mas onde esta este saber?Quem você é de verdade caro leitor se é que alguém me lê.Não sei , mas sei que a cada SEGUNDO morro e renasço em busca dos segredoscontidos nas retinas.Kaos um grande Kaos.Nesta coturbada vida urbana.De trabalho, cansaço e frustrações.Afinal para que estamos aqui?

João Carlos Faria

Encontro Literário

Dia 16 de Setenbro as 10 horas da mANHÃ , sABADO ENCONTRO LITERA´RIO DO gRUPO
LITERARIO cIDADE DAS PALAVRAS NA CÃMARA MUNICIPAL DE são JOSé dos Campos sp.

Tema Uma Editora Publica?

Em quem voce vai votar?

25.08.2006 00h.01


Em quem você vai votar?Conversando com o editor cheguei a conclusão que devemos debater em quem votaremos.
Joca Faria (*)


Como escolher um candidato nos dias de hoje? A maioria dos políticos é personalista, os partidos políticos não passam de legendas de aluguel. Até meu querido Partido Verde de São José Dos Campos se presta a alugar a sua legenda com uma executiva inexistente. Na eleição para prefeito, tivemos os caronistas do tipo do ex-vereador Roberto Barbosa e o juiz aposentado Manuel de Lima Jr que até mudou-se da cidade desprestigiado. Aliás, passou pela Câmara Municipal e só falou bobagem, inclusive apresentando um projeto de lei idiota tentando proibir a exposição de mulheres de biquíni nos out-doors. E o cara é juiz aposentado, imagine se não fosse!
O PV apresenta dois candidatos a deputado estadual, o ex-prefeito Pedro Ivez Simão, imposto pela Executiva Estadual, e o vereador Cristóvão Gonçalves convidado por mim para ingressar no PV. Ninguém sabe quantos votos os dois irão arrumar.
É uma pena o Gabeira fazer um trabalho grande e bom no Congresso e isso não aparecer como devia em São José dos Campos. Temos uma grande proposta, mas estamos sem fôlego nas bases que nos encara como elite burguesa, com muita razão em determinados pontos graças a inércia e o oportunismo de uma meia dúzia de dois que apenas visa os interesses pessoais dependurando-se em cargos públicos em Caçapava e São José.
O que desejamos é um PV-gabeiriano com fibra e motivação. Somente assim será possível o nosso PV sobreviver mantendo o ideal preservacionista. E podem crer que não está fácil.Tomo a liberdade de pedir a vc que vote com fé e razão vote verde vote 43.
(*) João Carlos Faria - jocafaria@yahoo.com.br - www.cidadedaspalavras.com.br - http://jocafaria.blogspot.com www.arautos.digitalvale.com.br -

quinta-feira, 24 de agosto de 2006

Quem é


quem é

Sabado

Sabado

Joca Faria

Hoje não mais que hoje dias de insanidades.
Atrevome a lhe propor novidades que sua alma não pode compriender.
Nem sei se a minha alma compriende.
Ele nesta tarde lavou sua calcinha, Enroulou num velho short e pos para secar.
Ela ao chegar nem viu esta gentileza.
Ele compra suas calcinhas, lava e as cheira a noite apos o sexo.
Quando ele penetrava. ela simplesmente pegou o vibrador e o enfiou em seu cú.
Ele gemeu ficou em silencio.
E depois a possuiu a força.
Que merda que merda saiu dela com o pau todo em lamiado.
Fez ela lavar com a propria boca.
Depois tomaram banham. abriram uma lata de leite moça.
E SE LAMBUZARAM OUVINDO A ODISSEIA DE HOMERO.

João Carlos Faria

Sabado

Sabado

Joca Faria

Hoje não mais que hoje dias de insanidades.
Atrevome a lhe propor novidades que sua alma não pode compriender.
Nem sei se a minha alma compriende.
Ele nesta tarde lavou sua calcinha, Enroulou num velho short e pos para secar.
Ela ao chegar nem viu esta gentileza.
Ele compra suas calcinhas, lava e as cheira a noite apos o sexo.
Quando ele penetrava. ela simplesmente pegou o vibrador e o enfiou em seu cú.
Ele gemeu ficou em silencio.
E depois a possuiu a força.
Que merda que merda saiu dela com o pau todo em lamiado.
Fez ela lavar com a propria boca.
Depois tomaram banham. abriram uma lata de leite moça.
E SE LAMBUZARAM OUVINDO A ODISSEIA DE HOMERO.

João Carlos Faria

Sabado

Sabado

Joca Faria

Hoje não mais que hoje dias de insanidades.
Atrevome a lhe propor novidades que sua alma não pode compriender.
Nem sei se a minha alma compriende.
Ele nesta tarde lavou sua calcinha, Enroulou num velho short e pos para secar.
Ela ao chegar nem viu esta gentileza.
Ele compra suas calcinhas, lava e as cheira a noite apos o sexo.
Quando ele penetrava. ela simplesmente pegou o vibrador e o enfiou em seu cú.
Ele gemeu ficou em silencio.
E depois a possuiu a força.
Que merda que merda saiu dela com o pau todo em lamiado.
Fez ela lavar com a propria boca.
Depois tomaram banham. abriram uma lata de leite moça.
E SE LAMBUZARAM OUVINDO A ODISSEIA DE HOMERO.

João Carlos Faria

Sabado

Sabado

Joca Faria

Hoje não mais que hoje dias de insanidades.
Atrevome a lhe propor novidades que sua alma não pode compriender.
Nem sei se a minha alma compriende.
Ele nesta tarde lavou sua calcinha, Enroulou num velho short e pos para secar.
Ela ao chegar nem viu esta gentileza.
Ele compra suas calcinhas, lava e as cheira a noite apos o sexo.
Quando ele penetrava. ela simplesmente pegou o vibrador e o enfiou em seu cú.
Ele gemeu ficou em silencio.
E depois a possuiu a força.
Que merda que merda saiu dela com o pau todo em lamiado.
Fez ela lavar com a propria boca.
Depois tomaram banham. abriram uma lata de leite moça.
E SE LAMBUZARAM OUVINDO A ODISSEIA DE HOMERO.

João Carlos Faria

Sabado

Sabado

Joca Faria

Hoje não mais que hoje dias de insanidades.
Atrevome a lhe propor novidades que sua alma não pode compriender.
Nem sei se a minha alma compriende.
Ele nesta tarde lavou sua calcinha, Enroulou num velho short e pos para secar.
Ela ao chegar nem viu esta gentileza.
Ele compra suas calcinhas, lava e as cheira a noite apos o sexo.
Quando ele penetrava. ela simplesmente pegou o vibrador e o enfiou em seu cú.
Ele gemeu ficou em silencio.
E depois a possuiu a força.
Que merda que merda saiu dela com o pau todo em lamiado.
Fez ela lavar com a propria boca.
Depois tomaram banham. abriram uma lata de leite moça.
E SE LAMBUZARAM OUVINDO A ODISSEIA DE HOMERO.

João Carlos Faria

quarta-feira, 16 de agosto de 2006

Vagamundos....

Vagamundos

Joca Faria

Manha de uma sexta-feira ouvindo Trem da Viração
Entre os desejos inefáveis de um dia que se inicia.
Ontem eu e o poeta Marcelo Planchez vagamos pela cidade sem rumo e sem documento sem objetivo e sem nenhum desejo. Alem de estar em contato com outros seres humanos ,mas Vinicianamente com seres humanos de outros sexos.
Entre desejos e insanas idéias a procura de sexo, Mas como sempre nada encontrando.
Na velha choperia no centro da cidade esbarramos com a atriz Daniella Peneluppi que faz parte de nossa Irmandade Azul ouvimos seus belos sonhos e seus desejos junto à arte.
Conversamos tomando pepsi cola na mesa longe bem longe de Solfidone que no passado pertenceu a nossa antiga Irmandade Neo Filosófica.
Ouvimos contar suas aventuras e desventuras nas terras longicuas da Europa o velho continente.
Falou de seus desejos por teatro e cinema das idéias de um teatro de vanguarda se e que em nossos dias ainda haja Vanguardas.
Penso eu ha anos na idéia de um grupo de arte que tenha poesia,musica e teatro e vídeo.
Mas que ainda não realizamos porque vivemos sempre com a febre de Macunaíma AI QUE PREGUIÇA.
Sempre estamos há vagar por nossa São José Dos Campos a nos entreter em busca de inspiração caminhando e indo atrás do Sol a se por.
E assim seguimos nossa jornada numa odisséia em volta de nosso umbigo AI QUE PREGUIÇA.

João Carlos Faria

Grupo Literário Cidade das Palavras

IMAGINARIO

IMAGINARIO

Joca Faria

Andando pelas ruas, indo a postinhos de saúde para marcar consultas, prestes a ficar desesperado com um dente.E tentando achar um tema para o artigo da semana.
Passo enfrente a uma escola de educação infantil e vejo crianças e sua professora brincando num mundo
Imaginário.
Que mundo e este que nos adultos cheios de preocupações às vezes bem tolas deixamos para traz, longe estamos deste mundo lúdico em que um dia vivemos.
Não que não devamos ter responsabilidades elas são necessárias, mas devemos tentar viver a vida com muito humor sem nenhum medo de ser feliz.
Como diria o poeta Franklin M. Onde mora a felicidade? Vejam este poema no site www.cidadedaspalavras.com.br.
A FELICIDADE esta dentro de nos em nosso coração ,pois nosso Deus interno nunca nos abandona, Nos que o abandonamos o deixamos guardado em nosso inconsciente.
Li há algum tempo um artigo de Rubem Alves onde ele defende que o ser do sexo masculino deva estar também nas escolas infantis para ajudar na formação de nossas crianças.
Concordo plenamente com este grande mestre que sempre leio na Folha de São Paulo.
Outra mestra a Educadora Bete Souza defende uma educação onde os limites devam ser impostos de uma maneira bem leva, mas com pulso.
Hoje garotos ao serem apanhados Pixando carregam o estatuto da criança e adolescentes usam como arma para cometerem seus erros.
O estatuto esta sendo usado de maneira distorcida com a colaboração e omissão dos conselheiros tutelares
Devemos ter direitos ,mas observemos também os deveres.
Se não construiremos uma sociedade de bárbaros.

João Carlos Faria

Grupo Literário Cidade das Palavras

www.cidadedaspalavras.com.br

O NOVO VALEPARAIBANO

O novo Valeparaibano

Joca Faria

Mudar ou não mudar eis a questão? E o nosso Valeparaibano mudou tudo que muda gera novidades
uns ficam contentes e outros nem tanto.
E assim este jornal de mais de quarenta anos que vem colaborando e integrando nosso Vale do Paraíba, Litoral norte e Sul de Minas Gerais mudou.
Pena que a serie de crônicas intitulada Panorama com José Moraes, Ludmila Lusarovsks e tantos outros acabou peço aos editores que repensem a questão destes poetas de nossa crônica diária.
Ainda falta a este jornal um caderno de literatura onde mostre nossos novos talentos, fale da historia de nossa gente e do folclore.
Mostre as novas tendências da literatura Brasileira e reflita nossos problemas na visão de nossos acadêmicos.
Assim gerando mais integração na região.
Eu especialmente gostei da nova seção de cartas especialmente no Domingo que com a nova diagramação tem muito mais espaço para nos leitores.
Sabendo do esforço e competência desta redação acredito que ganhamos muito mais com esta mudança.

João Carlos Faria
Produtor Cultural

Grupo Literário Cidade das Palavras

www.cidadedaspalavras.com.br

joca@cidadedaspalavras.com.br

quinta-feira, 10 de agosto de 2006

quarta-feira, 9 de agosto de 2006

LUA CHEIA

Lua Cheia

Joca Faria

Dedicado a Marcela Puppio e Celeste FEBE

Noite uma noite quente onde os aprendizes de magia andam vestidos de negro, Onde em noites passadas Houveram sarais e quem sabe bacanais Em parques de uma cidade.Onde tudo pode acontecer em volta de um lago.Onde Meninas e Meninos dançam nus ao som de violões alucinados.ONDE o desejo de sexo vem mais forte é lua cheia olhamos para a lua dançando nua em volta das estrelas.E os rituais de tempos ancentraris ainda acontecem celebrando o renascimento da poesia numa dança orgíaca.Entre Sucubus e Incubus demônios do mundo de Morfeu.Dancemos ciranda para espantar estes Demônios e façamos o Sexo dos Deuses.Noites onde Anjos e Demônios saem à procura de algo que nem imaginamos.Em rapsódias santanenses, em praças de matrizes.Onde o amor tenta vencer o ódio e eu em minha camasem desta festa participar.E assim mesmo uns se divertem e outros escrevem.E tudo sempre a girar numa enorme roda de prazer e desejos quem vai conseguir se libertar?
João Carlos Faria

Grupo Literário Cidade das Palavras

WWW.CIDADEDASPALAVRAS.COM.BR

Cultura ou Barbarie

Cultura ou Barbárie

Joca Faria


Nos somos ainda a locomotiva do Brasil? Numa época em que os trens foram deixados de lado?A cultura é hoje fonte de transformação que o diga Marcola o líder do Primeiro Comando da Capital.Que pena uma cabeça tão inteligente sendo usada para o mal.Mas o que se esperava em se colando muita gente presa em presídios onde não há nada a se fazer.Onde o ódio à sociedade e cultivado, precisamos rever nosso sistema carcerário.Precisamos investir mais em educação e cultura para que não formemos novos guerrilheiros como Marcola.Precisamos que esta sociedade crie políticos que saibam que a política e arte de se trabalhar pelo coletivo.A cultura e seus espaços culturais merecem atenção a exemplos como a Fundação Cultural Cassiano Ricardo de São José Dos Campos com seus doze espaços culturais espalhados por toda a cidade.Que promove oficinas culturais há 15 anos dando o incentivo a muitos jovens e adultos. O futuro governo pode se inspirar nesta instituição, ousar e criar editoras regionais por todo o Estado de São Paulo dando incentivo a novos escritores e relançando obras de outros nomes.A secretaria de cultura do estado pode agir em parcerias com as fundações e secretarias municipais promovendo uma integração culturalem nosso Estado.Cabe um grande debate sobre a cultura em nosso estado surgindo novas propostas e idéias para a geração de ação cultural o momento e o ideal para estas reflexões sociais.Construindo um estado mais forte no que ele tem de melhor, ou seja, seu povo.

João Carlos Faria


Grupo Literário Cidade das Palavras

sexta-feira, 4 de agosto de 2006

Homens de Bem


Joca Faria

O que é a liberdade nestes dias de hoje onde milhares morrem de fome, outros milhares estão sememprego.As guerras começam a afetar o mundo árabe e se espalham contaminando todos os povos.Não podemos aceitar as coisas como são e estão não podemos ficar em silencio.Precisamos juntar os homens de bem e lutar contra este efeito de morte e destruição.TTTodos somos humanos todos nascemos, crescemos e morremos.Não há nação nem cultura nem raça que pode separar nossa condição de seres humanos.Somos iguais Árabes, Judeus, Pobres e RicosTodos estamos neste planeta respiramos o mesmo ar.Este nefasto efeito borboleta do inicio de uma guerra pode contaminar todo o planeta com o ódio entre irmãos.Precisamos achar a cura para nosso ódio civilizatorio.Nossos irmãos do continente Africano morrem de doenças e fome.Em nosso consumismo PERDEMOS alimentos,Roupas vamos aprender a dividir criar solidariedade entre as nações.Chega de guerra, chega de violência e morte.Vamos fazer a paz e a solidariedade renascer.Celebremos um novo nascer, criemos uma novaHumanidade.

João Carlos Faria


www.cidadedaspalavras.com.br

LITERATURADia 19 de agosto, às 19h00.SABADO.Sarau Poético Musical
Sinopse: Com a presença de poetas e músicos o Espaço Cultural Chico Triste realiza o Sarau Poético Musical buscando estabelecer um elo entre os artistas das mais variadas influências e linguagens. Nesse mês contaremos com a participação da Confraria de Artistas, banda Chico Triste, Donizetti e alunos da oficina de Criação Literária, Jorge Pessoto, João Isidoro, Reinaldo de Sá, Joca Faria,Marcelo Planchez dentre outros.
Endereço Rua Milton Cruz sn Jardim São JorgeSão José Dos Campos, São Paulo.Tel 12 3929 75 59Espaço Cultural Chico Triste

quarta-feira, 2 de agosto de 2006

LITERATURA

LITERATURA
Dia 19 de agosto, às 19h00.
SABADO.
Sarau Poético Musical

Sinopse: Com a presença de poetas e músicos o Espaço Cultural Chico Triste realiza o Sarau Poético Musical buscando estabelecer um elo entre os artistas das mais variadas influências e linguagens. Nesse mês contaremos com a participação da Confraria de Artistas, banda Chico Triste, Donizetti e alunos da oficina de Criação Literária, Jorge Pessoto, João Isidoro, Reinaldo de Sá, Joca Faria,Marcelo Planchez dentre outros.

Endereço Rua Milton Cruz sn Jardim São Jorge
São José Dos Campos, São Paulo.
Tel 12 3929 75 59
Espaço Cultural Chico Triste

hoje

Hoje

Joca Faria

Noite de inverno o tempo frio, meu computador continua quebrado.
Acabo de iniciar nesta manhã a leitura de mais um livro de Lobsang Rampa desta vez um dicionário esotérico.
Ursos dormem na tarde de terça feira em suas cavernas.
Carros movimentam se poeticamente nas avenidas.
Silencio copos de café, o cheiro chega as
minhas narinas.
Nesta tarde silenciosa, Leio jornais que não trazem nenhuma novidade.
Mas que novidade podemos esperar? Se não fizemos nada para o novo acontecer?

João Carlos Faria

Estupidez Humana

Estupidez Humana

Joca Faria

Bombas explodem no oriente médio, computadores ligados.
A internet quebrando fronteiras e não podemos barrar mais uma estúpida guerra.
Afinal nós somos seres humanos realmente? Como podemos nos deixar governar por tão estúpidos senhores e senhoras?
Só nos poetas como Ludmila Saharovsky, ciber cronistas como Marco Bonito jornalistas abnegados como José Roberto Amaral reclamamos das loucuras humanas.
E tudo acontecendo a todo instante a qualquer momento e não fazemos nada alem de escrever,escrever e orar aos Deuses sejam eles ateus ou não.
Ate quando? Ate quando? Tivermos força para gritar aos quatro cantos deste mundão de Deus.
Fome, guerra, corrupção tudo acontecendo e nos aqui parados diante da imensa tela de um computador.
Quanta dor, quanto medo e ódio.
E o amor está longe, bem longe de nosso coração que
está em pedra.

João Carlos Faria