Seguidores

sábado, 24 de junho de 2006

Perda

Perda

Joca Faria

Céu azul numa combativa manha de inverno, os dias ainda não estão
tão frios. Mas as palavras não saem tenho medo de perde-las.
Pois as palavras são minhas companheiras do dia a dia no enfrentamento dos desafios, ainda não as domino totalmente, mas quem quer dominá-las quero as como minhas amantes, minhas companheiras quero as felizes para construir belos textos.
Quero criar do velho uma nova palavra, recicla-las a cada dia que passa burila-las torna-las palavras diamantes.
Construir o inefável numa sonora cadeia de palavras sinto me a cada dia mais um humilde aprendiz deste mundo das letras desta
verdadeira cidade das palavras.
Não me vejo em outro caminho alem desta alquimia que vai nos transformando neste imenso mundo de signos e mistérios que são
as palavras.
Hei las brincando em minha volta, fazendo piruetas, dançando velhas.
Cirandas hei las donas de minha alma.
Nesta grande magia que se chamam de palavras.

João Carlos Faria

http://www.cidadedaspalavras.com.br/

Nenhum comentário: