Seguidores

quarta-feira, 3 de maio de 2006

Cidade sem palavras

Cidade sem palavras

Joca Faria

Tempestades nas manhas de outono, Numa fúria da natureza de nossa mãe Gaia, Homens mulheres e crianças em total desespero.
Nas manhãs de outono.
Vôo pelo passado com meus olhos serpentinos nas manhãs distantes
de um passado recente.
Onde o trem cortava nosso futuro entre praças e ruas, De nossa historia, Anos passam. E os mesmos guerreiros de Aquários se encontram para festejar a poesia perdida nos bordeis de gabinetes palacianos.
Somos governados por insanos governadores, Crianças sem luz sem festa e sem vida.
A liberdade não existe para estes falsos democratas, Tudo e uma ilusão neste mundo cada vez mais virtual, Poetas dançam em praças e nunca são lidos ou relidos pelo povo.
Como podemos mudar esta tola insanidade? Nossa verdade e desmentidas em jornais, Somente políticos despolitizados tem o poder de decidir.
E a nos somente a praça Afonso Pena bem vazia sobre a piada do caipira.
Canto a canção perdida em minha afetiva memória.
Finalmente venci os monstros de meus impulsos e os Demônios do não. Andei de saia por minha cidade.Que não e minha nem sua e sim
de todos nos.
Nesta noite de terça feira andei lendo velhos jornais, Que diz muito ao dias de hoje.Falo com meu falo enrijecido do LITTER a mais pura poesia produzida nestas terras Cassianicas.
Quem somos nos CELEBREIROS guerreiros de uma cidade sem palavras.
Montar sim uma editora que possa levar nossas revoluções por toda a Terra. Mostrar que em São Jose dos Campos além de armas
de guerra, Além de carros, Além de Petróleo se produz a mais bela
poesia nascida da vida vivida em sua plenitude.
Como diz o poeta Edu Planchez. Acordai espíritos da natureza, Despertai poetas a hora e esta e nunca mais.
Vamos combater o bom combate levar a mais pura Poesia Industrial
a todos os cantos de nossa Terra nossa Mãe Gaia.
O espírito da floresta reencarna em mim.Sou o Guerreiro das terras da Mantiqueira, O tempo urge façamos nossa revolução interna e estaremos prontos para o bom combate.

João Carlos Faria

http://jocafaria.blogspot.com

www.cidadedaspalavras.com.br

Nenhum comentário: