Seguidores

sábado, 6 de maio de 2006

Caindo na estrada

Caindo na estrada

Joca Faria

A tela em branco. As idéias não acontecem neste dia frio de outono.
Já fiz minha caminhada para tentar perder alguns quilos.
Tudo é sempre uma grande rotina.O mundo girando lá fora e eu aqui em meu mundo pessoal.Estou aqui hoje, Amanhã posso não estar e tudo continuara a girar.
A novela da sete sempre começando e acabando, Os jornais sempre
falando de economia, desemprego e nas repartições públicas os andirás enpuleram se em seus cabides.
Quando fui comprar farinha no fim da tarde vi uma Kombi trailer
e meu velho sonho de viagens. Por este Brasil afora aflorou novamente. Eu que näo tenho um real no bolso sonhando novamente
com viagens.
Mas o que é a vida se não um monte de sonhos, Tenho vontade de pegar a estrada e cair no mundo com câmeras fotográficas e de vídeo deve ser coisa de nossa herança de Bandeirantes. De desbravadores desta nação. Que se fez com a força destes homens, Depois vieram os Tropeiros abastecendo as cidades, da onde vem a
mania de nos feriados todo mundo que pode ou não pode viajar.
Já viajei até de caminhão pelas estradas da Bahia. E não me arrependo em nada.
Pelo contrario sempre que vejo uma carreta da uma bela saudade e
á vontade de cair nas estradas.
Devia eu ser ator de circo mambembe ou hippie, Mas estas coisas não
existem mais. Neste século xxi de pacotes fechados de viagens toda
certinha para qualquer canto de nosso planeta.
Quem sabe uma hora ou outra me acerto profissionalmente e possa
novamente cair na estrada.

João Carlos Faria

http://jocafaria.blogspot.com/

http://www.cidadedaspalavras.com.br/

Nenhum comentário: