Seguidores

quarta-feira, 26 de abril de 2006

Soerguida debruçada sobre o sol da tarde.

Soerguida debruçada sobre o sol da tarde.

Joca Faria

Desejos transparentes, Você desfilando em minha frente vestida de calcinhas transparentes com muita renda.
Eu de espada erguida pronto para penetrar te de alma e corpo.
Nesta tarde de nuvens e sol, Nosso amor transcende a morte e a vida.
Dispo me para um amor deliciosa numa tarde de curvas maliciosas.
O Feminino e curvo como a arquitetura de Oscar Niemar, O feminino são as curvas do universo.
Fêmeas, desenhos, silhuetas em forma de desejo.
Fazemos um delicioso amor por esta tarde, Você toca meu corpo de uma maneira deliciosa.
Uma grande troca em busca de um momento de êxtase.
Saímos pelas ruas apos nossa tarde de amor, Visitando lojas de
peças intimas para te por as roupas do pecado.
Somos nos amantes de uma eternidade, Venha que a noite chega
e também o desejo de fazermos amor.

João Carlos Faria

Nenhum comentário: